Qual a diferença entre domicílio e residência

Entenda neste artigo a diferença entre domicilio e residência, veja porque estas expressões aparecem sempre em contratos e se é possível ser domiciliado em um lugar e residente em outro.

Se você já assinou ou pelo menos leu algum contrato já deve ter percebido que na qualificação das partes aparece uma lista de itens, como o nome, endereço, estado civil, entre outros. Geralmente a forma de qualificar uma pessoa no contrato, segue mais ou menos a seguinte redação:

FULANO DE TAL, brasileiro, professor universitário, portador do RG xx.xxx.xxx-xx e CPF xxx.xxx.xxx-xx, casado sob o regime de comunhão parcial de bens com FULANA DE TAL, brasileira, vendedora, portadora do RG xx.xxx.xxx-xx e CPF xxx.xxx.xxx-xx residentes e domiciliados na cidade de xxxxxx/xx, na Rua Beltrano, nº xxx.

A redação acima, diz que a parte qualificada tem residência e domicilio no endereço indicado, mas o que significa essas duas expressões, ou qual a diferença entre elas:

Residência

Residência é onde a pessoa mora de forma definitiva, ou seja, é o local onde ela estabeleceu uma morada permanente. Existem casos de moradas provisórias, como os casos de hotéis ou aquelas temporadas em casa de um amigo ou um parente. Isto não é considerado residência, pois esta precisa ter uma questão de permanência, como acontece quando você aluga uma casa para morar, compra ou constrói uma casa que lhe servida de moradia. Nisto está a residência.

Domicílio

Já o domicílio é aquele onde além de residência, ocorre também um vínculo jurídico. Quando você contrata serviços como água, luz, telefone e outros para a sua residência, estará estabelecendo um vínculo jurídico com as empresas prestadoras desses serviços e portanto você poderá ser processado ali se não cumprir as obrigações previstas nos contratos de adesão desses serviços. Por esse motivo é que os contratos ao qualificar uma parte diz que ele é residente e domiciliado naquele endereço.

Um bom exemplo é o caso do título de eleitor. Quando mudei para uma cidade do interior de São Paulo, mantive meu título de eleitor ainda na cidade de Minas Gerais onde eu morava. Por muitos anos eu tinha residência em São Paulo e domicílio eleitoral em Minas Gerais.

Vale lembrar também que domicílio e residência se aplica tanto a pessoa física quanto a pessoa jurídica.

No vídeo abaixo há uma explicação bastante detalhada e jurídica sobre o assunto. Ele mostra diversos exemplos de domicílios e como este assunto e tratado em provas de concursos, por exemplo.





2 respostas para “Qual a diferença entre domicílio e residência”

  1. Tales Márcio Rodrigues Cabral disse:

    Bom conteúdo, mas apareceu uma dúvida. Somente será residente e domiciliado caso haja um vículo jurídico, tipo conta de água e luz. Então sendo eu morador na casa de meus pais, no qual não haja nenhuma conta ou nenhum vínculo jurídico, eu seria somente residente?

  2. Raimundo Manoel Teles disse:

    Não. Não seria somente residente, neste caso você sendo morador na casa de seus pais teria domicilio familiar como preleciona Carlos Roberto Gonçalves.

Deixe uma resposta

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.





Casa Dicas // 2012-2013 // Deus seja Louvado | Política de Privacidade