Tomadas elétricas industrial e residencial. Diferenças

Saiba quais são as principais diferenças entre as tomadas elétricas industrial e residencial. Amperagem, quantidade de pinos e outras características estéticas.

O sistema brasileiro de eletricidade é regulado pela ABNT através da NBR 5410 de 2005 no que diz respeito a fabricação e uso de conectores, tomadas, plugs, etc. Ela estabelece as diferenças e usos comuns.

Tomadas residenciais

Todos nós conhecemos muito bem, pois lidamos com elas desde pequenos. Hoje elas possuem três pinos sendo dois pinos para as fases e um para o aterramento (2P+1T), usadas em tensão mínima de 127 volts e máxima de 220 volts, não podem e nem devem ser usadas em tensões maiores, não suportariam, seria muito perigoso. Devem ser confeccionadas com matéria duro e antichamas.

Tomadas residenciais

Tomada de 10 amperes

Funcionam em redes elétricas de potência até 1000w. São as maiorias das tomadas nas salas, quartos. Podem receber dois ou três pinos e o seu diâmetro é de 4mm

Tomadas de 20 amperes

Estas tomadas são para aparelhos que já trabalham com potências mais elevadas, acima de 1000w. Geralmente são usadas por aparelhos colocados em cozinhas, varandas, lavanderias, etc. Exemplos: os micro-ondas, aparelhos de ar condicionado, secadores de cabelos profissionais, estufas, aspirador de pó, fogões elétricos, autoclaves, etc. As tomadas desses aparelhos podem ser de dois ou três pinos, e o seu diâmetro é de 4,8mm, são um pouco mais grossos e não entram nas tomadas normais de 10A. Existem adaptadores para usar na tomada de 10A um plug de 20A que reduzem a bitola para 10, não é aconselhável, a potência maior do aparelho com saída de 20A pode queimar o aparelho ou dar um curto na instalação elétrica da casa. O ideal é chamar uma pessoa especializada e colocar uma tomada de 20A.

Sempre quando for comprar um aparelho, é sempre aconselhável ver de quanto é a saída da tomada do aparelho. Se é de 10A ou de 20A, verifique a grossura dos pinos.

Tomadas industriais

As máquinas industriais geralmente trabalham com tensões maiores, e suas tomadas são bem diferentes das residenciais. Têm que ser de encaixe de pressão (intercambialidade), com guia ajustável, confeccionadas de material termoplástico, duro resistente a impactos e corrosão.

Devem mostrar as correntes que suportam e outras especificações técnicas visivelmente. Os fios que chegam a elas devem ser bem afixados com roscas fixadoras apropriadas. Possuem contatos niquelados para aumentar a condutividade.

Elas são coloridas segundo as suas tensões de voltagem: as tomadas amarelas de 100v a 130 / azuis: de 220v até 250v e as vermelhas de 380v a 480v.

Quanto a potência, deve vir mostrado nominalmente, podem ser: 6A, 32A, 63A,125A.

As tomadas industriais apresentam uma variação quanto ao número de pinos, então temos tomadas com; 3 pinos (2 polos e 1 terra), 4 pinos (3 polos e 1 terra) e 5 pinos (3 polos, 1 terra, 1 neutro).

Existem várias especificações e técnicas, quanto a entrada de poeira, isolamento contra água e choques, etc. Todas estas medidas e muitas outras mais, são regulamentadas e fiscalizadas também pelo ministério do trabalho e setores de segurança do trabalho de cada empresa.

Mas, já deu para saber que visualmente, só pelo número de pinos, cor e pelos tipos de encaixes, as tomadas industriais se diferenciam visivelmente das que usamos em nossa casa.



 






Casa Dicas // 2012-2016 // Deus seja Louvado | Política de Privacidade