Como são as tomadas em Portugal, Itália e Espanha?

No Brasil nós temos um padrão de tomadas macho e fêmea diferente da maioria dos outros países. Em países como Portugal, Espanha e Itália, eles adotam qual modelo?

Imagina a situação: você idealizou durante anos aquela viagem pela Europa, comprou a mochila mais espaçosa que encontrou e aquele celular com a melhor resolução para tirar as fotos mais fantásticas. A ideia é conhecer vários países e postar tudo nas redes sociais para seus amigos e familiares acompanharem a sua aventura.

Mas aí, quando chega no primeiro albergue ou “Hostel”, para se hospedar, sua primeira atitude qual é? Carregar o super ultra mega power celular, não é? E nesse momento você descobre que a tomada da parede não encaixa com o seu carregador. E aí? O que você faz?

Muita gente leva nas viagens o seu secador de cabelos, barbeador, escova de dentes elétrica, máquina fotográfica, enfim, diferentes equipamentos de uso pessoal que necessitam ser plugados em tomadas elétricas para que funcionem.

Outro problema é quando você está em algum outro país e encontra aquele aparelho que você sempre quis, por um preço mais do que convidativo. E compra! Mas quando volta para o Brasil descobre que a tomada não encaixa. E agora?

Bom, para começo de conversa, saiba que a tomada de encaixe na parece se chama tomada macho e a tomada do seu carregador de celular, por exemplo, se chama tomada fêmea.

Tomadas brasileiras

Então, no Brasil nós temos um padrão de tomadas macho e fêmea diferente da maioria dos outros países. Esse padrão, modificado há alguns anos por questões de segurança, ainda está em adaptação às nossas residências e se tornou um dificultador nas mudanças e viagens.

Mas apesar de dificultar não torna impossível o uso dos seus aparelhos, já que você pode lançar mão de um adaptador de tomadas. Existem vários modelos no mercado, inclusive fornecidos gratuitamente em alguns hotéis. Você pode inclusive comprar um no aeroporto, já sabendo qual o tipo de tomada vai encontrar naquela cidade. Mas a desvantagens é que muitos dão defeito com facilidade, principalmente os que tem a proposta de serem “universais”. Além disso são instáveis, podendo causar danos aos seus aparelhos. O ideal é uso apenas como uma solução temporária e não para resolver seu problema.

As tomadas macho brasileiras são compostas por 3 pinos. Os pinos das extremidades são paralelos e o do meio fica perpendicular aos dois. O encaixe da tomada fêmea geralmente tem formato hexagonal e os furos que recebem os pinos ficam na mesma posição (2 paralelos e o do meio perpendicular). Podemos dizer que esse padrão brasileiro é original e praticamente só é usado aqui, no nosso país.

Em Portugal

Em Portugal as tomadas fêmea tem encaixe redondo e 2 furos paralelos, bem diferente das brasileiras. As tomadas macho dos aparelhos também costumam ser redondas e com dois pinos paralelos (sem o do meio, que seria o pino terra, que já está inserido na tomada fêmea).

Itália e Espanha

O mesmo modelo é usado na Espanha e na Itália, além de ser um dos mais usados (45%), está disponível em 104 países.

Portando, com um mesmo modelo de adaptador você vai conseguir viajar tranquilo e pode optar em comprar um de boa qualidade, para evitar surpresas.

Fique atento a um outro detalhe: A voltagem da corrente elétrica. No Brasil não há uma tensão padrão, a maioria das grandes cidades tem correntes de 110V e algumas cidades, principalmente as litorâneas, tem corrente de 220V. Já em Portugal, na Espanha e na Itália, a tensão padrão é de 220V. E embora alguns aparelhos como carregadores de celular e computadores sejam do tipo “bivolt” (110 e 220V), muitos aparelhos que você comprar terão o padrão local.

Então é importante que você saiba que se você ligar um aparelho 220V em uma tomada 110V, como a voltagem fornecida é menor do que a necessária seu aparelho simplesmente não vai funcionar. Mas se for o contrário, cuidado! Você vai causar danos permanentes no seu equipamento.



 






Casa Dicas // 2012-2016 // Deus seja Louvado | Política de Privacidade