Dicas e informações sobre casa e construção

Quais as diferenças entre viver na roça/campo ou na cidade?

Veja uma análise das principais características e diferenças entre a vida no campo ou roça e a vida urbana ou nas cidades. Análise de quem viveu no campo e agora mora na cidade.

O Brasil viveu e ainda vive o chamado êxodo rural que é um processo de migração em massa das pessoas que viviam no campo para as cidades. Este processo que teve inúmeras razões mudou completamente o modo de vida de muitas pessoas. Como eu fui criado no sítio e depois migrei também para a cidade, posso descrever bem os dois estilos de vida.

Viver no campo

vida no campo ou roça

A vida no campo é marcada pela liberdade, afinal não há a preocupação que é comum nas cidades com roubos e outras coisas. A liberdade é uma grande característica da vida no campo.

A boa alimentação também é uma marca registrada, afinal, pelo menos na época, comíamos aquilo que hoje eles chamam de produtos orgânicos, ou seja, produzidos sem agrotóxicos, bebíamos água da mina e respirávamos ar puro. Quer coisa melhor para a saúde do que isso? E para completar o fator saúde é quase inevitável que você vivendo no campo não tenha um programa regular de exercícios físicos diários, afinal as atividades rurais são na maioria voltadas para as ações físicas que envolvem caminhadas e movimentações o dia inteiro.

Mas o que mais me causa saudade era o contato com a natureza. A natureza é bela, é inspiradora e traz muita paz.

Vantagens de viver no campo

  • Ar puro. A qualidade do ar que se respira é algo muito precioso e não há nada melhor do respirar natureza, cheiro de árvores, flores e outros;
  • Contato constante com a natureza. Hoje a maioria das pessoas já sabem a importância de viver em contato com a natureza, respeitá-la e reservá-la, pois ela tem um imenso valor à vida humana;
  • Sem stress. Sim, isto é possível e faz parte da vida do homem do campo. Sem correria, hora marcada para tudo, filas, congestionamentos e outros infortúnios da vida moderna nas cidades;
  • Vida mais orgânica, inclusive na alimentação. Certo dia eu estava pensando sobre isso, pois quando morei na roça, tudo era orgânico, mas a gente ouvia falar que bom mesmo era comprar as coisas prontas e gostosas que havia nos supermercados. Hoje, ocorre o inverso, as pessoas estão fugindo dos produtos industrializados e voltando para os orgânicos. É aquela história: Eu era feliz e não sabia;
  • Apesar de ter menos pessoas, as que tem são geralmente mais valorizadas, ou seja, valoriza-se muito os relacionamentos. Isto é muito importante e acontece ainda nos dias de hoje. As pessoas são mais próximas e se preocupam mais com os outros. Vida em comunidade de maneira muito saudável;
  • Atividades físicas constantes. Academia? Sim, ela existe ao ar livre e está disponível o tempo todo. A vida no campo é marcada por locomoções a pé, a cavalo, longas caminhadas, inclusive em terrenos ingrimes. O trabalho é mais braçal e feito em pé, o que possibilita estar em movimento o tempo todo;
  • Entre outros.

Desvantagens de viver no campo

  • Dependendo do lugar o acesso a educação é precário e em outros até inexistente;
  • Dependendo do lugar o acesso a saúde é trabalhoso;
  • Muitas comunidades ainda não tem acesso a energia elétrica e outros recursos mais modernos;
  • Entre outros.

Viver na cidade

Vida na cidade

A vida urbana tem suas vantagens, afinal temos acesso a escola, trabalho, produtos e serviços bem perto de nós. As pessoas saíram do campo em busca disso e a maioria encontrou, mas é inegável que há problemas sérios como a falta de segurança, um sistema de saúde deficitário, muitos se amontoam nas periferias sem muitas condições de melhorar sua própria situação.

Outra característica da vida urbana é o distanciamento que há entre as pessoas, afinal elas estão próximas demais fisicamente, mas longe ao mesmo tempo. Há uma correria diária e falta tempo para tudo, inclusive para conversar, visitar as pessoas e se importar com elas. Isto era comum no campo e ainda é para aqueles que lá vivem.

A cidade tem muito a aprender do estilo de vida simples do campo e muitas das boas práticas da convivência rural poderia muito bem ser restauradas para o bem de todos. Sei que isso é uma grande utopia, mas sonhar não custa nada.

Vantagens de viver no campo

  • Tudo é perto é fácil. Basta ir ao supermercado, à farmácia, à padaria, etc;
  • Acesso mais fácil à mecanismos de saúde, educação, cultura e outros;
  • Acesso a recursos modernos;
  • Entre outros

Desvantagens de viver no campo

  • Falta segurança e as pessoas vivem constantemente com medo;
  • O custo de vida é alto, como por exemplo aluguel, transporte, escolas e outros;
  • A poluição é muito forte em alguns locais;
  • A poluição sonora é uma praga que causa doenças e desconforto em muitas pessoas;
  • A proximidade com tanta gente causa problemas. Em muitos casos as pessoas vivem amontoadas e não é incomum encontrarmos conflitos por conta disso;
  • A correria urbana parece não ter fim e as pessoas mais trabalham do que qualquer outra coisa;
  • Entre outros.

O futuro

Penso que o futuro é mais orgânico e mais ecológico. Tudo ao redor parece indicar isto, não só como tendência, mas principalmente como necessidade. Quando vejo as pessoas dizendo que temos de consumir produtos orgânicos, gastar menos energia, andar de bicicleta ou a pé, aproximar mais das pessoas e coisas parecidas, tudo isso me soa muito familiar e a impressão que tenho é que aos poucos vou voltando às raízes e aquilo que um dia eu achei que era coisa atrasada, na verdade era o futuro.

Algumas questões importantes?

Você voltaria a viver no campo?

Como expliquei no início do artigo, fui criado na roça e no final da adolescência migrei para a cidade. Eu voltaria sim, claro que não nas condições da época em que morei lá, mas mesclando as coisas dá para morar sim. Inclusive, quando tiver dinheiro suficiente, tenho pretensões de comprar uma pequena propriedade rural.

O que você levaria da cidade hoje para o campo?

Levaria tudo que é bom e tentaria deixar tudo que é ruim. Há muitas vantagens na vida moderna e independentemente de onde morar isto acaba acompanhando. Eu levaria a minha casa do jeito que está com os equipamentos eletroeletrônicos que tenho, carro e repelentes também.

Mas moraria definitivamente ou mesclaria?

Acho que no primeiro momento seria uma moradia mesclada entre a cidade e o campo. Tem a questão do trabalho, educação dos filhos e outros compromissos que não podemos abrir mão. Ai no futuro quando se aposentar, quem sabe.

Onde gostaria de morar na roça?

Boa pergunta. Eu gosto da região onde nasci, por razões óbvias, mas fiquei preocupado com umas noticias de assaltos por lá. Pode isso? O lugar é no meio do nada. A minha opção é na Serra da Mantiqueira, pois eu nasci lá ainda que na parte mais a sudoeste dela, mas a altitude e o clima frio me atrai. A região de Campos do Jordão em São Paulo (na mesma serra) também me agrada muito.

Que outros lugares seria bom para morar na roça?

Depende do interesse de cada um e do que pretende fazer. Há regiões mais adequados a produção agrícola e outras mais adequadas para moradia. Recentemente fui a Santa Catarina e gostei muito da Serra Catarinense que lembra muito a Mantiqueira. Achei lindo e muito agradável a região. Seria uma excelente opção também?

Deixe uma resposta

© 2012-2017 | Casa Dicas | Deus seja Louvado | Política de Privacidade