Dicas e informações sobre casa e construção

Estofados jardim. Sofa para varanda ou área externa

Muito difícil a decisão de escolher um sofá para áreas externas da casa. As vezes uma má escolha pode gerar muito arrependimento e prejuízo.

Vamos por partes. Primeiro faça um planejamento anotando todos os questionamentos que podem influenciar na sua escolha, como por exemplo:

  • Aqui chove muito, será que o sofá não vai acabar muito rápido ou ficar feito com a umidade? Ou mesmo com o sol?
  • E se o pessoal sair da piscina e sentar no sofá, não vai estragar?
  • Se você tem cachorro ou gato, será que eles vão destruir o sofá?
  • Cor clara, escura ou estampado? Qual você gostaria?
  • Será que o dinheiro que eu tenho disponível vai dar?

Pois é, mas fique tranquila(o) que para tudo tem um jeito. Resumindo, temos que pensar no modelo, no material, no tecido do estofamento e no preço.

1 – O modelo e o material

Existem muitos modelos disponíveis no mercado. Vai depender do local aonde ele vai ficar e do espaço disponível.

Varandas:

  • Uma opção são os sofás de vime. Pode ser de dois ou três lugares e ainda vem com uma mesinha de centro. Se for uma varanda pequena você pode colocar só duas poltronas com uma mesinha.
  • Outra opção legal para varandas são aquelas cadeiras feitas de corda plástica, que na verdade é um fio eletrostático. Elas são bem resistentes às crianças e aos animais de estimação e são bem bonitas e coloridas. Você ainda pode incrementar com uma almofada, para ficar bem confortável. Tem até cadeiras de balanço desse material. E a vantagem é que como são vasadas (como as de vime) são mais frescas, pois o ar circula. Por isso são muito comuns nas casas no Nordeste.
  • Existem também sofás e cadeiras feitas com corda náutica. Alguns modelos são para pendurar e além de confortáveis são bem relaxantes. O trabalho é muito bonito, entrelaçado de macramê e deixa a sua varanda com cara de hotel fazenda.
  • Pode optar ainda por móveis de alvenaria, com almofadas. Ficam bem baratos, mas a desvantagem é que são fixos, você não vai poder mudar de lugar.
  • E tem ainda os móveis de madeira, que possui tratamento especial para ambiente externo e resiste ao tempo.

Quintal:

  • Se for só para poder se sentar entre as suas plantas favoritas, o ideal é um banco de alvenaria ou de madeira tratada e envernizada (que já vem protegida contra o tempo, seja sol ou chuva). Existem modelos muito bonitos, inclusive com detalhes em ferro, que pode ser na cor da sua preferência e ficam muito charmosos.

Piscina

  • O ideal são os modelos tipo espreguiçadeiras, que podem ser de madeira, plástico ou ferro, com ou sem acolchoado.

Agora, se você tiver um gazebo…Sabe o que é? Aquelas estruturas cobertas que podem ser de armar com lona, ou com telhado de palha, mas que tem as laterais abertas ou no máximo com cortinas de tecido bem fino. Servem para ficar no ambiente externo relaxando, mas não totalmente exposto ao tempo. Existem modelos de sofá bem largos, que podem ser de formato retangular (quase quadrados na verdade) ou redondos, de madeira ou vime, e que permite que a pessoa fique deitada. É muito agradável!

2 – Vai ter estofado? Qual o tipo de tecido? Com cor ou estampa?

Então, seja qual for o ambiente (varanda, quintal ou piscina), você pode usar estofados. Mas se você não quer ter que tirar todos os dias e guardar dentro de casa, recomendo que opte por tecidos impermeabilizados, próprios para ambientes externos.

Por isso não é recomendável usar sofás do tipo convencional (de tecido, couro ou corine), mesmo em varandas cobertas. O material não resiste ao tempo.

O tecido impermeabilizado pode ser molhado, lavado e é mais resistente. A maioria dos fabricantes de móveis oferece uma variedade grande de cores e estampas à sua escolha.

Lembrando que os tecidos estampados, além de alegres, disfarçam melhor manchas e encardidos com o tempo de uso e são mais apropriados se o sofá for muito utilizado (principalmente pelas crianças ou o seu bichinho de estimação).

3 – Com relação ao custo

Se você já sabe o que quer a melhor forma de economizar e fazer uma boa pesquisa de mercado. Pesquise inclusive pela internet, pois atualmente não é raro achar ofertas melhores nas compras online do que nas lojas. Só fique atento e confira, se possível antes da compra, se realmente é aquilo que está descrito (com relação ao modelo, material etc). Por que depois que entregam na sua casa fica muito mais difícil de trocar.

Faça você mesmo!

Um detalhe que eu deixei para esse momento do custo é que você pode fazer seu próprio sofá.

Existem modelos muito fáceis de fazer e que estão na moda:

  • Os sofás de palete de madeira. Desses mesmos que são usados para transportar coisas e muitas vezes são jogados fora ou vendidos bem baratinho. Aliás, é possível fazer qualquer móvel e de qualquer formato com paletes. Se você não tiver “jeito para essas coisas”, quem sabe o marido ou esposa, um amigo? Peça ajuda e faça um mutirão, que o seu sofá sai! Mas se preferir, existem profissionais especializados em móveis feitos de palete, por encomenda, no modelo e na cor que você quiser.
  • Tem também os puffs e sofás feitos com outros materiais reciclados também como pneus e garrafas pet, que ficam incríveis.

Ah, lembra do tecido impermeabilizado do sofá? Ele também serve para fazer almofadas e puffs, que podem completar a decoração e deixar o ambiente mais aconchegante e confortável. Faça (ou encomende) de cores ou estampas diferentes para harmonizar.

E agora que já pesamos todos os prós e contras e você já tem uma noção do que deve e o que não deve escolher, mãos à obra!

© 2012-2017 | Casa Dicas | Deus seja Louvado | Política de Privacidade