Dicas e informações sobre casa e construção

Financiamento habitacional de 35 anos, quais são as regras?

Ser brasileiro, não ter o nome sujo na praça, comprovar que tem capacidade de pagamento das prestações, etc. Vejas as regras para financiamento de 35 anos e outros tipos também.

As regras para o financiamento habitacional no Brasil as vezes muda e nos últimos tempos houve várias mudanças e para melhor, pelo menos esta era a intenção do governo. O grande déficit habitacional no pais tinha de ser contornado com melhores condições de acesso ao financiamento habitacional para permitir que mais pessoas pudessem comprar sua casa própria e ter uma vida um pouco mais digna.Os empréstimos imobiliários podem ser passivos grandes e de longo prazo para a maioria dos indivíduos e famílias.Os limites máximos de estabilidade e quantia de empréstimos ajudam a garantir que os tomadores não se estendam quando compram propriedades.

 

Financiamento de 35 anos

Uma das mudanças que houve a anos foi a expansão do prazo para pagamento das prestações, passando de 30 anos ou 360 meses para 35 anos ou 420 meses. Este novo prazo tem dois lados, um positivo e outro nem tanto. O positivo é que ao estender o prazo dilui um pouco mais o valor da prestação e como no Brasil a prestação não pode exceder 30% da renda mensal, foi possível incluir mais famílias nos programas de financiamento habitacional.O governo federal no mês de abril pressionou os bancos estatais para que baixassem a taxa mínima de juros imobiliários que agora é de 7,9% ao ano,e algumas outras instituições também baixaram a taxa de juros.Dois bancos com a Caixa e o Santander estenderam o prazo de pagamento de 30 anos para 35 anos.A mudança do prazo só não se aplica a duas linhas de crédito exclusivas da Caixa Econômica Federal: à Carta de Crédito FGTS e ao programa Minha Casa,Minha Vida.

O lado negativo é que quanto maior o prazo mais juros se paga e em um prazo tão longo como este o montante final que uma pessoa irá pagar é muito alto.

Regras

As regras podem variar pois há vários tipos de financiamento habitacional e cada um deles tem suas particularidades, isto se aplica a financiamentos de 35 anos ou outros. De uma maneira geral algumas regras aplicam-se a maioria dos casos. São elas:

  • A pessoa precisa ser maior de idade ou ter emancipação;
  • Precisa comprovar para a Caixa ou o banco financiador que pode pagar aquele valor de prestação e isto é feito pela comprovação de renda;
  • Precisa ser um brasileiro ou ter visto permanente no Brasil;
  • Não pode ter seu nome ou o nome de uma das pessoas da sua casa que irá compor a renda incluso nos serviços de proteção ao crédito, como o Serasa, SPC e outros similares;
  • O valor da prestação não poderá exceder 30% da renda mensal familiar comprovada;
  • O imóvel ficará como garantia, dentro daquilo que os bancos chamam de alienação fiduciária.

As demais regras como citado acima podem variar de caso para caso. O Minha Casa Minha Vida, por exemplo, tem taxas de juros mais baixas, permite o subsídio do governo e tem como regras o limite de valor do imóvel que varia de região para região.

Todo financiamento habitacional agora tem prazo de 35 anos?

Não. 35 anos é o limite que pode ser financiado, mas o prazo real quem determinará é a Caixa e isto será feito de acordo com a análise de crédito da pessoa, do valor e condições do imóvel, entre outras particularidades. Nem todas as pessoas conseguirão financiar em 35 anos.

Fonte:

https://casa.abril.com.br/casas-apartamentos/financiamento-de-35-anos-so-vale-se-nao-houver-outro-jeito/

Gostou? Compartilhe



© 2012-2019 | Casa Dicas | Deus seja Louvado | Política de Privacidade