Dicas e informações sobre casa e construção

Resistências elétricas de chuveiro. Como trocar em caso de queima

Veja o que são e para que servem as resistências elétricas encontradas na maioria dos modelos de chuveiros que temos no Brasil. Quais são os procedimentos necessários para efetuar a troca delas em caso de queima, que é muito comum, inclusive.

Os chuveiros elétricos são os mais comuns no Brasil, apesar de muita gente optar por modelos a gás e também os adaptados a aquecedores solares.

Esse aparelho tem como peça principal a resistência que é um mecanismo de cobre, geralmente, e que aquece com a energia elétrica e como consequência a água que passa por ele é aquecida também.

Essas resistências são fabricadas com fios de cobre bem finos que com o tempo de uso e o processo de aquece e esfria, com o tempo acaba se queimando. Na verdade a expressão queimar é romper, já que quando ocorre a ruptura de um desses fios a energia não pode mais ser conduzida por toda a resistência e assim ela para de funcionar.

Quando isso acontece, e acontece frequentemente, é necessário fazer a substituição da resistência "queimada" por uma nova. Veja abaixo quais são os procedimentos para essa troca.

Chuveiro residencial

O modo certo de trocar resistências elétricas

Para realizar esse procedimento é importante que se tenha todo o cuidado para que não ocorram eventuais acidentes que podem machucar, como choques elétricos ou tombos. Confira o que você vai precisar:

Escovinha: A escovinha não é essencial, na verdade ela é utilizada apenas para limpar o espalhador do chuveiro.

Uma resistência nova: As resistências elétricas variam de chuveiro para chuveiro, é importante que você confira qual é a do seu para comprar a certa.

Chave de fenda: Alguns chuveiros precisam de chave de fenda para que possam ser abertos, confira o seu modelo.

Fita isolante ou conector de fios: A fita é usada para situações onde você conecta um fio com o outro, mas a melhor maneira de fazer isso é através de conectores próprios e neste caso não haveria necessidade da fita.

Fita veda rosca: Será necessário apenas para os modelos de chuveiro onde é necessário tirar toda a peça para a substituição da resistência. Alguns modelos podem ser trocados com ele colocado mesmo.

Procedimentos

Passo 1: Depois de reunir tudo o que você vai precisar é preciso que em primeiro lugar você desligue o chuveiro e deixe que a água fria caia por alguns minutos. Enquanto isso você pode observar se existe algum tipo de vazamento no chuveiro.

Passo 2: Feito isso, o próximo passo é desligar o disjuntor do chuveiro, ou a chave geral caso ele não possua nenhum disjuntor específico. Não se esqueça dessa etapa, ela vai garantir a sua proteção contra possíveis choques.

Passo 3: Na sequência, o espalhador do chuveiro deve ser retirado, ou seja aquela parte cheia de furos por onde a água cai. Ai então você desconecta a resistência queimada, inserindo a nova. Lembre-se de coloca-la de forma correta, respeitando seus encaixes.

Para alguns modelos de chuveiros, especialmente os do tipo ducha, as vezes é necessário retirar a peça inteira, pois os modelos são diferentes, assim como as resistências. Se for este o caso é necessário usar bastante fita veda rosca para colocar de volta depois e assim evitar vazamentos.

Passo 4: Por fim basta limpar o espalhar com uma escovinha para que nenhum furo fique obstruído e água passe livremente por todos. Então você o encaixa novamente e pronto, é assim se trocam as resistências elétricas do chuveiro.

Resistência 110 ou 220?

Outro detalhe muito importante é verificar qual é a voltagem do seu chuveiro e assim comprar a resistência certa. Há modelos com voltagem 110 volts e há modelos 220 volts. Colocar resistência errada poderá acarretar a queima dela quase imediata ou acontecer de não esquentar a água.

Resistência de 110 V: Essas resistências são predominantes em alguns países como o Brasil e Estados Unidos, mas infelizmente gastam muito mais energia elétrica do que as de voltagem superior.

Resistência de 220 V: Gastam menos energia e possuem maior eficácia de funcionamento, porém o choque dessas resistências elétricas são bem mais maiores e perigosos.

Caso sinta necessidade, peça ajuda de um profissional

Trocar resistências elétricas não é algo muito complicado porém tem riscos. Caso você não sinta confiança em realizar esse tipo de procedimento não deixe de buscar ajuda de profissionais ou indivíduos que entendem do assunto.

Um marido de aluguel ou até mesmo um eletricista poderá lhe auxiliar a resolver esse tipo de problema e em poucos minutos o seu chuveiro está pronto para uso novamente.

Lembre-se, trocar resistências elétricas de forma inadequada é perigoso, os choques podem machucar então não realize esse procedimento sozinho caso não se sinta preparado.

Gostou? Compartilhe




© 2012-2019 | Casa Dicas | Deus seja Louvado | Política de Privacidade