Dicas e informações sobre casa e construção

Tipos de Cimento Portland CP I, CP II e outros. Normas ABNT (NBR)

Conheça os tipos de cimento Portland, suas várias classificações e as normas técnicas da ABNT (NBR) para cada um dos 8 tipos de cimento disponíveis no Brasil segundo a ABCP.

O cimento é um dos materiais mais importantes para a economia de um país e para as pessoas, afinal ele é a principal matéria-prima das edificações, sejam elas comerciais ou residenciais. Embora o aço seja extensamente usado, especialmente em grandes edificações, o cimento ainda continua com seu lugar de destaque, inclusive para ser usado em conjunto com o aço.

Tipos de cimento

De acordo com a Associação Brasileira de Cimento Portland de 8 tipos de cimentos disponíveis no Brasil, o que confere uma grande variedade de opções para todos os tipos de obra. Os tipos citados pela ABCP são:

  • Cimento Portland Comum CP I e CP I-S (NBR 5732)
  • Cimento Portland CP II (NBR 11578)
  • Cimento Portland de Alto Forno CP III (com escória - NBR 5735)
  • Cimento Portland CP IV (com pozolana - NBR 5736)
  • Cimento Portland CP V ARI - (Alta Resistência Inicial - NBR 5733)
  • Cimento Portland CP (RS) - (Resistente a sulfatos - NBR 5737)
  • Cimento Portland de Baixo Calor de Hidratação (BC) - (NBR 13116)
  • Cimento Portland Branco (CPB) - (NBR 12989)

Como pode ser visto, cada tipo de cimento é regido por uma (NBR ...) que é uma norma da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas, sendo que cada NBR acima citada fixa as condições exigíveis da fabricação e entrega do cimento.

Tipo I

Também chamado de Cimento Portland Ordinário, o Tipo I é um cimento de uso geral, que é adequado para a maioria dos usos, exceto aqueles que requerem propriedades especiais de outros tipos. Tem uma força adequada e um baixo calor de hidratação. O cimento tipo I não é adequado para usos onde o concreto pode enfrentar ataques químicos ou temperatura excessiva durante a cura. Pode ser usado em aplicações como produtos de concreto pré-moldado, construções reforçadas, pisos, pontes, reservatórios, tanques, galerias, esgotos, calçadas, calçadas, tubulações, etc.

Tipo II

Tipo II tem os mesmos usos que o Tipo I, juntamente com uma moderada resistência aos sulfatos. Gera apenas um calor moderado de hidratação e, em menor grau. É ideal para aplicações em que o concreto entra em contato com solos ou águas subterrâneas com alguma quantidade de íons sulfato, embora não excessivamente alto.

Tipo III

Tipo III é quimicamente quase idêntico ao Tipo I, embora tenha um tempo de cura menor, o que significa que ele endurece mais rápido. Também é moído mais fino e contém uma quantidade maior de C 3S, ambos os quais promovem o ajuste rápido do concreto. Esse tipo dá força mais rápido que o Tipo I, normalmente em menos de uma semana, embora sua força final de 28 dias seja igual, se não menor. É ideal para aplicações que exigem configuração rápida, para que as estruturas possam se tornar operacionais mais rapidamente e onde a forma precisa ser removida e reutilizada. Também é ideal para áreas frias, onde a cura rápida do concreto evita danos devido à geada.

Tipo IV

Este tipo de cimento Portland é projetado para reduzir o calor liberado durante a hidratação. Isto é conseguido reduzindo a porcentagem de C 3A no cimento. No entanto, este tipo tem uma força final e inicial mais baixa em comparação com o Tipo I. É adequado para a construção de estruturas massivas com uma baixa relação superfície-volume, como represas gravitacionais, onde um grande calor de hidratação pode resultar em perigosas rachaduras. Este tipo de cimento não é comumente fabricado ou disponível para venda e é fornecido principalmente para pedidos em massa.

Tipo V

Isto é quase semelhante ao Tipo II, exceto que é ainda mais tolerante ao ataque de íons sulfato. Isto é conseguido reduzindo o C Uma porcentagem ainda menor para 5%. Por isso, é adequado para estruturas de concreto enterradas, onde o solo ou a água subterrânea é rica em íons sulfato.

Cimento Portland Branco

É semelhante ao cimento Portland Tipo I, exceto que é de cor branca. Isto é conseguido reduzindo a percentagem de ferro (C 4AF) e óxido de magnésio, que conferem uma cor cinzenta ao cimento Portland comum. Uma vez que requer cuidados adicionais na escolha dos ingredientes, e para produzir cor branca, este tipo é complexo e caro de fabricar. É ideal para aplicações como cortinados pré-moldados, painéis de revestimento, estuque, superfície de mosaico, tinta de cimento e concreto e argamassa branca /colorida.

Embora esses sejam os tipos mais comuns de cimento Portland, alguns híbridos como I / II ou II / V também são usados. Esses híbridos atendem aos requisitos de ambos os tipos e podem ser usados ​​para as aplicações de qualquer um deles.

O Cimento Portland Comum é o tipo usado em construções em geral quando não há a necessidade de nenhuma propriedade especial, os demais são podem ser usados em cada um das situações que exige alguma de suas propriedades.

Os requisitos físicos típicos para cimentos são: teor de ar, finura, expansão, resistência, calor de hidratação e tempo de endurecimento. A maioria desses testes físicos é realizada com argamassa ou pasta criada a partir do cimento. Este teste confirma que um cimento tem a capacidade de ter bom desempenho no concreto; no entanto, o desempenho do concreto no campo é determinado por todos os ingredientes de concreto, sua quantidade, bem como o ambiente, e os procedimentos de manuseio e colocação utilizados.

A relação completa com as informações detalhadas de cada tipo de cimento pode ser obtido diretamente no site da ABCP através deste link: https://www.abcp.org.br/conteudo/basico-sobre-cimento/tipos/a-versatilidade-do-cimento-brasileiro

Read more at the ANSI Blog: Portland Cement Types and Specifications https://blog.ansi.org/?p=157240

Veja abaixo um vídeo institucional da ABCP mostrando um pouco da história da instituição e seu papel no controle de qualidade, pesquisa na área e alguns dados importantes para profissionais da área como construtores, engenheiros e pessoas em geral que usam o cimento na construção de suas residências ou outro tipo de construção.

Fonte:

https://www.escolaengenharia.com.br/tipos-de-cimento/

Gostou? Compartilhe




© 2012-2019 | Casa Dicas | Deus seja Louvado | Política de Privacidade