Diferença entre gordura saturada, insaturada e gordura trans

Conheça as gorduras derivadas dos produtos de origem animal, vegetal e produtos industrializados. Diferença entre gordura saturada, insaturada e gordura trans.

Quais são os efeitos que causa a gordura no organismo? A verdade é que nem todos sabem diferenciar os tipos de gorduras existentes que afetam nossa saúde. Sabia que algumas delas podem ser consideradas boas para a saúde, para o funcionamento do corpo e até trazer alguns benefícios?

Uma pessoa saudável que tem uma dieta balanceada terá que contar corretamente a quantidade de gordura que ingere por dia. Saiba diferenciar os contras e os prós dos três tipos de gordura.

gorduras insaturadas saturadas e trans

Vejam aqui quais são as diferenças entre gordura saturada, insaturada e gorduras trans:

Gordura Saturada

A gordura saturada é um derivado dos produtos de origem animal. Quando está em temperatura ambiente se estabiliza em estado solido. É encontrada principalmente em carnes vermelhas e também brancas, pele de aves, creme de leite, manteiga, iogurte e azeite de dendê, bacon e muitas outras. Ela é considerada uma gordura ruim para o organismo humano, principalmente pelo fato de aumentar o colesterol ruim, causando alguns problemas no coração. Para uma pessoa que possui uma dieta balanceada e come de forma saudável, a ingestão sugerida pode chegar a ser no máximo de 20 gramas por dia.

Gordura Insaturada

A gordura insaturada é a gordura de origem vegetal. É encontrada em azeite de oliva, óleo de milho e canola, castanha do Pará, amêndoa, salmão, sementes de linhaça, abacate e outros. Em uma dieta balanceada deve recomenda-se ser consumido no máximo 44 gramas da gordura insaturada por dia. Ela faz com que o colesterol ruim diminua no organismo, porém consumida em excesso poderá causar doenças coronarianas. A gordura insaturada não traz tanto mal como a gordura saturada quando consumida corretamente.

Gorduras Trans

A gordura trans é a gordura formada por um processo químico chamado de hidrogenação. Durante o processamento são usadas as gorduras vegetais, porém ela é transformada em acido graxo trans, e daí vem a denominação de “gorduras trans”. Ela não faz bem a saúde e pode trazer muitos danos ao organismo, entre eles as possibilidades são: aumentar a taxa de colesterol ruim no sangue e ao mesmo tempo fazer com que a taxa do colesterol bom abaixe. Ela é muito encontrada em uma grande maioria de alimentos industrializados, como salgadinhos de pacote, batatas fritas, biscoitos, sorvetes e muitos outros. Para não prejudicar a saúde, a sugestão usual dos profissionais é de consumir no máximo 2 gramas ao dia de alimentos com gorduras trans.

Diferenças

Para concluir podemos dizer que as gorduras saturadas e insaturadas tem diferentes origens, animal as saturadas, vegetal as insaturadas, e além disso diferentes consequências na saúde das pessoas. As saturadas afetam negativamente o organismo, em quanto as insaturadas afetam positivamente o organismo. Vale a pena esclarecer que ambas afetam negativamente o organismo se são consumidas em excesso.

As gorduras trans são o resultado de um processo químico, que afetam negativamente a saúde.

Guia alimentar para a população brasileira

O Ministério da Saúde mantem um publicação que eles chamam de Guia alimentar para a população brasileira. Segundo esta publicação há uma classificação de alimentos, não apenas gorduras, que são as seguintes:

Segundo o guia, o correto é fazer dos alimentos in natura ou minimamente processados a base da nossa alimentação. São eles:

Alimentos processados

Para alimentos processados, o guia recomenta limitar o uso deles, ou seja, usar com moderação e em quantidades menores. São exemplos:

Cenoura, pepino, ervilhas, palmito, cebola, couve-flor preservados em salmoura ou em solução de sal e vinagre; extrato ou concentrados de tomate (com sal e ou açúcar); frutas em calda e frutas cristalizadas; carne seca e toucinho; sardinha e atum enlatados; queijos; e pães feitos de farinha de trigo, leveduras, água e sal.

Alimentos ultraprocessados

Para esse grupo de alimentos a recomendação é evitar. São eles:

Vários tipos de biscoitos, sorvetes, balas e guloseimas em geral, cereais açucarados para o desjejum matinal, bolos e misturas para bolo, barras de cereal, sopas, macarrão e temperos ‘instantâneos’, molhos, salgadinhos “de pacote”, refrescos e refrigerantes, iogurtes e bebidas lácteas adoçados e aromatizados, bebidas energéticas, produtos congelados e prontos para aquecimento como pratos de massas, pizzas, hambúrgueres e extratos de carne de frango ou peixe empanados do tipo nuggets, salsichas e outros embutidos, pães de forma, pães para hambúrguer ou hot dog, pães doces e produtos panificados cujos ingredientes incluem substâncias como gordura vegetal hidrogenada, açúcar, amido, soro de leite, emulsificantes e outros aditivos

Você construiu ou reformou uma casa recentemente? Conte sua experiência. Enviaremos um breve questionário para você. Clique Aqui e saiba mais.

 


Deixe uma resposta

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.





Casa Dicas // 2012-2016 // Deus seja Louvado | Política de Privacidade