Dicas e informações sobre casa e construção

Qual o preço do tijolinho e o do tijolo baiano de 8 furos?

Veja quais são os valores do milheiro de tijolo comum e tijolo baiano, também conhecido como lajota de 8 furos e usados na construção de casas na parte da alvenaria ou paredes.

A alvenaria de uma casa é uma das etapas mais importantes, também é quando consome bastante material básico como cimento, areia, ferro, lajotas ou tijolos. A quantidade de material realmente é grande e portanto pesquisar preços e comprar o mais barato é uma alternativa bastante eficaz para tentar reduzir o valor da construção.

Preço do tijolinho e lajota

bloco cerâmico 8 furos

Em uma construção que estou fazendo usei tanto lajota ou tijolo baiano, como o tijolinho de barro comum. O fato de usar os dois materiais é que em determinados locais como o alicerce, a base de sustentação das janelas e o acabamento das paredes em cima deve ser feita de tijolinho e o restante de lajota mesmo.

Os valores abaixo são de 2013 e comprados em materiais de construção de bairros. Digo isso, pois se você pesquisar em grandes lojas de materiais de construção com Telha Norte, Diccico, Leroy Merlin, C&C e outras o preço pode ser bem mais alto. Vamos aos valores:

Tijolinho de barro comum: R$ 250,00 e R$ 242,00 o milheiro

Lajota de 8 furos ou tijolo baiano: R$ 400,00 e R$ 350,00 o milheiro. (o segundo valor refere-se a uma quantidade grande que comprei e com isso consegui um preço melhor)

Lembrando que esses valores são de 2013.

Preço em 2016

Em 2016, realizei uma consulta para tentar atualizar os preços e assim comparar se houve muita alteração ou não. O orçamento em março de 2016, foi o seguinte:

  • Tijolinho comum: R$ 260,00
  • Bloco de 9 furos: R$ 520,00
  • Lajota de 8 furos: R$ 450,00

Preços por milheiro.

Observe que ouve uma alteração de preços, mas nada de se assustar né? O material básico normalmente oscila pouco o preço e como não há muitas novidades em modelos e novos materiais, os custos tendem a ser mais estáveis. O mesmo não se pode dizer do material de acabamento.

Preço em 2019

Em 2019 repeti a pesquisa para observar se mudanças nos preços tinham ocorrido. Veja abaixo os preços atualizados no mês de julho de 2019:

  • Tijolinho comum: R$ 290,00
  • Bloco de 9 furos ou bloco cerâmico: R$ 520,00
  • Lajota de 8 furos: R$ 460,00

Quantidade usada

Eu gastei aproximadamente 5.700 lajotas e aproximadamente 3.200 tijolinhos de barro para fazer o alicerce e erguer as paredes de uma casa de aproximadamente 120 metros quadrados de construção.

A lajota tem a vantagem de ser bastante econômica tanto no preço dela como no rendimento. Geralmente usa-se de 25 a 28 unidades para fazer um metro quadrado de parede. Com esse valor em mãos você mesmo poderá fazer o calculo de quantas lajotas gastaria para fazer uma casa. Some a altura x a largura de todas as paredes e encontrará a quantidade em metros quadrados, ai basta multiplicar por 25 e encontrará a quantidade aproximada.

Lembrando que em grandes lojas como as citadas acima, os preços de materiais básicos de construção, podem ser um pouco mais altos. Durante minhas pesquisas de preços para compra de materiais de construção para a construção das duas casas que fiz, uma coisa ficou bem evidente para mim: material básico não dá para comprar nessas grandes lojas, pois o preço é bem mais alto e eles também cobram frete para entrega, o que inviabiliza mais ainda os custos de aquisição desses materiais.

Qual é o melhor para construir uma casa?

Há várias razões pelas quais uma pessoa opta por usar tijolinho, lajota ou bloco, seja ele cerâmico ou até de concreto. Veja abaixo alguns possíveis usos:

Tijolinho comum

Muito usado em alicerces ou paredes onde seja necessário reforçar mais. O fato dele ser maciço é um bom indicador do seu uso em paredes mais reforçadas. Fazem uma casa inteira de tijolinhos é bem raro hoje, custaria muito e demandaria muito tempo de execução, mas criaria paredes bem sólidas.

É verdade que o tijolinho foi muito usado no passado em uma época em que não se pensava muito em estruturas como temos hoje. As construções atuais são baseadas em colunas de concreto e aço e são elas que dão a sustentação ao prédio, as paredes são basicamente fechamentos que não tem carga estrutural e, portanto, não requer o material tão forte para este fim.

Lajota

A lajota é muito indicada para fazer muros, já que ela tem um tamanho bom e rende muito. Em algumas construções ela também é usada para fechamento das paredes. Muitos não gostam de usar, pois ela é um pouco fina. Por essa razão não é incomum encontrarmos obras onde ela é usada deitada e não em pé. Isto criaria uma parede bem larga e robusta.

Bloco cerâmico

Creio que este seja o tipo mais comum, pois o preço, rendimento e facilidade de trabalhar com ele compensa. Há vários modelos e várias medidas, mas o mais comum é o chamado bloco de 9 furos. Ele é muito usado inclusive para a construção de muros, graças ao seu bom rendimento.

Bloco de cimento

O bloco de cimento é bastante usado para fazer muros de condomínios, construir galpão e barracão, bem como outras grandes estruturas, como edifícios. Em construção de casas, ele também pode ser usado e tem a vantagem de ser estrutural.

Como explicado acima, a maioria das construções hoje utiliza colunas de concreto e aço para sustentação, porém em alguns casos, muitos tem optado pelo bloco de cimento e desta forma dispensaria uso de colunas, pelo menos aquelas colunas tradicionais que conhecemos. Creio que neste caso é usado o bloco cheio de concreto no local das colunas. Este é o caso de muitos prédios de três ou quatro andares que são feitos em alguns locais onde você não vê colunas, mas apenas a utilização desse material como estrutura. Particularmente acho muito complicado e não faria uma casa dessa forma, muito menos um prédio de vários andares.

Questões regionais

Um detalhe interessante é que viajando por algumas regiões do Brasil e conversando com pessoas nesses locais ou observando as construções em andamento, pude perceber que em cada região se opta por um tipo de material de construção.

Por exemplo: A lajota, tão comum aqui no interior de São Paulo é pouco usada bem próximo daqui em Minas onde o pessoal parece usar mais o bloco de concreto. Já para algumas regiões do sul do Brasil notei uma preferência bem grande pela madeira.

Gostou? Compartilhe




© 2012-2019 | Casa Dicas | Deus seja Louvado | Política de Privacidade