Dicas e informações sobre casa e construção

Construir casa geminada é uma boa? Dá muito problema?

Veja alguns problemas comuns em casas do tipo geminadas, como barulho, iluminação, ventilação, documentação para aprovação na prefeitura e outros. Leia as dicas a seguir.

A prática de construir casas geminadas já foi  mais comum em um passado mais distante, antigamente tinha muitos casos assim e basta olharmos para as casas edificadas, especialmente nos bairros mais antigos para notarmos isso. Uma casa geminada tem como característica o fato de ela ser construída no mesmo terreno, ter o mesmo telhado e a mesma estrutura, mas ela é dividida em duas moradias distintas, sendo entrada, área útil e área externa isolada uma da outra.

A justificativa para esse tipo de construção é o aproveitamento do terreno que poderá ser usado para fazer duas casas, mas esta prática embora viável por um certo sentido é mais problemática do que vantajosa. Veja abaixo alguns problemas de casas geminadas.

[caption id="attachment_3357" align="alignnone" width="650"]casas geminadas Casas geminadas na Suécia[/caption]

Infiltração

Existe apenas uma parede dividindo as duas casas, então em caso de infiltração nesta parede os dois lados serão atingidos e para resolver a manutenção as vezes é preciso fazer dos dois lados.

A infiltração é um problema antigo e nem sempre de fácil solução, então, nunca de sabe o que tem do outro lado da parede para os casos de casas geminadas. Imagine uma pessoa que resolva lavar a parede com frequência, logo a umidade vai aparecer do outro lado e este seria um problema de difícil solução.

Barulho

Pode haver problemas com barulho, como por exemplo uma pessoa batendo na parede do outro lado e sendo refletido aqui. Imagine de um lado a pessoa colocar uma caixa de som ou a Tv? Tudo isso poderá transferir o barulho facilmente para o outro lado.

É claro que isto poderia ser facilmente resolvido se na construção da casa for tomado alguns cuidados e um esforça a mais em isolar a parede, mas na maioria dos casos sabemos que isso não ocorre e o que fica é uma parede comum que vai transferir ruídos de um lado para o outro.

Lembro de um hotel em que ficamos hospedados em Florianópolis e o quarto era geminado com outro. No outro quarto estava hospedado uma família com crianças e a mãe falava muito alto repreendendo os filhos, isto lá pelas tantas da noite. É complicado pois incomoda bastante.

Iluminação e ventilação

Um lado da casa ficará totalmente isolado por uma enorme parede, sem janelas e consequentemente sem ventilação e iluminação natural. Ai o outro lado da casa precisará compensar bem isso, caso contrário poderá ficar uma casa abafada e escura.

Isto não é regra e pode acontecer de ter uma casa normal neste sentido, mas o fato de ter um espaço muito grande fechado proporciona este quadro.

Documentação

Cada cidade tem suas regras quanto a construção e urbanização, mas eu acredito que hoje em boa parte das cidades deve haver alguma restrição quando a este tipo de construção para casas novas. Eu sei que é possível fazer casas paralelas, mas com estruturas, telhados e outros totalmente independentes, mas este não é o conceito de casa geminada. Consulte a prefeitura da sua cidade ou um engenheiro civil que lhe dará instruções detalhadas sobre esse tipo de construção.

Vale a pena construir uma casa geminada?

Não. Exceto em situações muito específicas e se houver aprovação da prefeitura, caso contrário é o tipo de construção que deve ser evitada em função dos problemas apresentados acima e outros mais subjetivos. Em todos os casos o correto é consultar um arquiteto ou um engenheiro civil que poderá analisar cada caso individualmente e encontrar a melhor solução para uma construção sustentável a longo prazo e que proporcione o bem estar dos seus moradores.

Quais os motivos deste tipo de construção?

No Brasil é comum as pessoas construir assim por limitação do espaço do terreno. Geralmente há terrenos muito pequenos por aqui e na necessidade de abrigar mais de uma família, a solução é dividir a casa e ai a gente vê todo tipo de solução neste sentido. Algumas são bem feitas com entradas independentes e uma construção bem planejada, outras são feitas com dá.

Em outros países esta prática de construção era bem comum no passado e pode ser vista em muitas cidades europeias, por exemplo, como é o caso da imagem acima. Talvez, muito mais do que a falta de espaço, era uma questão cultural que ficou marcado nas cidades e bairros históricos por lá.

Que alternativas há?

O que pode ser feito é um sobrado e ai você tem as duas construções só que uma em cima da outra. Ganha-se espaço e dá para construir algo maior, já que não terá de dividir o espaço lateralmente e sim verticalmente. É claro que o custo de construção é bem maior, mas as vantagens também serão maiores.

Gostou? Compartilhe



© 2012-2019 | Casa Dicas | Deus seja Louvado | Política de Privacidade