Dicas e informações sobre casa e
construção

Piso sobre piso ou substituição do porcelanato, o que é melhor?

Veja esta análise baseado em minha experiência quando precisei fazer a troca do porcelanato da minha casa, sobre a melhor alternativa.

Eu e a minha casa em 2015 eu não imaginava mexer com reforma tão cedo, afinal a construção ficou bem feita e não havia razão para pensar em reforma por um bom tempo.

Mas para minha surpresa, pouco menos de um ano depois que eu havia construído o porcelanato que coloquei na casa começou aparecer algumas manchas escuras que aos poucos foram aumentando até atingir boa parte das peças em praticamente todos os como da casa.

Com isso, não tive outra alternativa a não ser fazer a substituição do porcelanato, afinal depois de uma análise técnica foi constatado que era defeito de fabricação e portanto não tinha nada a ser feito a não ser a troca dele.

Se quiser, você poderá ler neste link o relato completo onde explico sobre o problema das manchas no porcelanato da minha casa.

Piso sobre piso ou substituição?

Mas quando comecei a cogitar a possibilidade de troca do porcelanato, eu tinha a opção de fazer a substituição dele ou aplicar um novo porcelanato em cima do atual, fazendo um processo conhecido como piso sobre piso.

Piso sobre piso

Este método é usado quando você não quer tirar o piso atual. Desta forma você deve utilizar uma argamassa especial e assim aplicar o novo piso em cima.

A vantagem deste método é que o processo é mais rápido, uma vez que não precisa fazer a retirada do antigo, não tem quebradeira e teoricamente o processo é bem mais simples.

Contudo ele só é uma alternativa válida se o piso atual estiver bem nivelado e não tiver peças soltas, caso contrário poderia comprometer o novo piso.

Também deve se considerar que colocar um sobre o outro, vai elevar um pouco altura do piso, sendo necessário ajustar a altura das folhas de portas, dentre outros objetos de orientação vertical, como por exemplo, alguns tipos de peças de móveis planejados.

Substituição do piso

A substituição do piso consiste em você arrancar o piso atual, aplicar uma nova camada de argamassa e fazer a colocação do novo piso.

A vantagem deste método é que você tem um trabalho mais bem feito e assim elimina qualquer vestígio de problema do outro piso que possa ter.

Em tese, você não precisaria mexer na altura das portas ou fazer qualquer outra mudança, uma vez que você vai tirar um piso e colocar outro no local.

Como desvantagem temos o fato de que é necessário fazer muita quebradeira, sujeira e consequentemente o trabalho é um pouco mais demorado.

Todo o piso porcelanato atual precisa ser retirado, bem como os rodapés que inevitavelmente irá causar algum tipo de dano na pintura, que consequentemente irá necessitar de uma nova pintura depois de colocado o novo piso.

Qual foi a minha opção?

Eu optei por fazer a substituição, ou seja, retirei o piso antigo e fiz a colocação do novo piso posteriormente.

No meu caso as coisas não saíram como eu imaginava, pois o novo porcelanato era bem maior e consequentemente mais alto do que o primeiro.

Com isso eu precisei fazer ajuste na altura das folhas de portas, o que acabou danificando algumas sendo necessário substituição de uma folha e correções em outras.

Algumas soleiras de portas também precisaram ser substituídas, dentre outros ajustes que se fizeram necessários para a colocação do novo piso. Naturalmente que uma nova pintura também foi necessária.

Ainda assim, acredito que a substituição do piso é melhor do que fazer aplicação do piso sobre piso. Contudo, cada caso é um caso e precisa ser analisado no seu devido contexto para tomar a decisão certa.

A parte mais difícil, os móveis

Bem, o que descrevi acima foi o aspecto da substituição em sim, mas para que isso fosse feito, havia um problema maior: a casa deveria ser desocupada, tanto de pessoas, como de móveis e outros objetos.

Sinceramente esta foi a parte mais difícil. Primeiro que eu não tinha onde colocar os móveis e não iria alugar uma casa e fazer a mudança, sendo que o prazo de substituição seria relativamente curto.

Minha alternativa foi o seguinte: Como eu tenho uma garagem bem grande e ela é desanexada da casa, desmontei os móveis e amontoei na garagem, liberando assim o espaço para que fosse feita a substituição do piso.

Meu filho ficou uns dias na casa da avó e eu e a minha esposa ficamos em um hotel até que o serviço fosse concluído.

Depois de trocado o piso, feito a nova pintura e os ajustes necessários, montamos os móveis novamente e voltamos para a casa.

Só quem fez mudança sabe o trabalho que é desmontar uma casa inteira e montá-la novamente. No meu caso, a garagem tem a frente aberta, pois moro em condomínio e precisei fazer uma parede de madeirit para fechar a frente. Como esse serviço foi feito no mês de janeiro e este é o mês mais chuvoso aqui na região sudeste, tivemos bastante contratempos com isso também.

Gostou? Compartilhe




© 2012-2021 | Casa Dicas | Deus seja Louvado | Política de Privacidade
Este site usa cookies e ao continuar navegando, você concorda com a política de privacidade.