Dicas e informações sobre casa e construção

Quais os métodos e técnicas de conservação de alimentos?

Resfriamento e congelamento, fervura, desidratação, sal e outras técnicas são usadas em várias partes do mundo para conservar os alimentos em condições ideais para o consumo. Conheça aqui alguns desses métodos.

Grande parte das pessoas não sabem como guardar os alimentos na cozinha e conservá-los por mais tempo. Saber como armazenar os alimentos ajuda a evitar o desperdício.

A conservação é de vital importância para prolongar a vida útil dos alimentos, tornando-os aptos para o consumo. Assim, conhecer e usar de forma adequada as técnicas de conservação é algo que todas as pessoas precisam fazer.

Veja abaixo as principais delas.

Técnicas para a conservação de alimentos

compras supermercado comida caseira

Existem diversas técnicas que ajudam a conservar os alimentos para que não estraguem ou percam o valor nutritivo, ajudando, também, a evitar o desperdício.

Resfriamento e congelamento

Com a técnica de resfriamento, os alimentos são, normalmente, esfriados pelo refrigerador ou pela geladeira, em um ambiente com baixas temperaturas, mas acima de 0 ºC. Ela permite que os alimentos fiquem conservados por alguns dias.

Já o congelamento ocorre com a temperatura abaixo de 0 ºC no congelador ou freezer. Normalmente, os alimentos ficam em uma temperatura que varia entre -10 ºC e -30 ºC. Devido ao fato de serem congelados, a conservação dura por mais tempo que os alimentos resfriados.

Além de tudo isso,

as baixas temperaturas levam a condições ambientais desfavoráveis para o desenvolvimento dos microrganismos que fazem a decomposição dos alimentos.

Fervura

Quando um alimento é cozido, ele se conserva por mais tempo do que quando estão crus. Ao ferver os microrganismos que ficam no alimento são eliminados. Essa é uma técnica muito usada pelas indústrias de alimentação.

Desidratação

Existem processos mais tradicionais de desidratação que podem ser realizados para uma grande escala em indústria e em pequenas produções artesanais. São três os processos de desidratação: defumação, salgamento e isolamento.

A defumação é a técnica utilizada para a conservação de peixes, carnes e linguiças, em que o alimento é seco pela fumaça.

O salgamento é a forma de desidratação mais fácil para a conservação de carnes de boi, porco ou peixe. A carne pode ser salgada e colocada para secar ao sol.

A desidratação por isolamento consiste em manter os alimentos dentro das embalagens a vácuo para a retirada do ar. Dessa forma, os alimentos ficam conservados por um longo período de tempo, porque os microrganismos são eliminados pela falta de oxigênio.

Outras formas de conservação

Uma forma comum e simples de conservar alimentos, é colocá-los em frascos que são hermeticamente fechados. Nas indústrias o uso de aditivos para conservação de alimentos é comum, ajudando a conservar, adoçar, realçar o sabor, a cor e o aroma. Ainda, há os corantes utilizados em doces e refrigerantes.

Como conservar frutas, verduras e legumes na geladeira

Para conservá-los na geladeira, cada um deve ser embalado forma individual, para que o contato direto com o ar da geladeira seja evitado. É preciso, uma vez por dia, borrifar um pouco de água nas frutas que estão na fruteira para não ficarem ressecadas.

Para evitar que mofem, as frutas devem ser passadas em uma mistura de dez partes de água com uma parte de vinagre. O vinagre se dilui com muita facilidade na água e não prejudica o sabor.

As frutas, legumes e carnes não devem ser partidos antes de fazer o armazenamento, porque fará com que estraguem mais rápido. Corte só quando for consumir.

Alguns vegetais duram mais tempo sem estragar quando ficam fechados em embalagens, como cenoura, pepino, berinjela, jiló, pimentão, etc. Já os tomates não devem ficar em sacos plásticos ou potes fechados, porque apodrecem mais rápido. Algumas verduras devem ter as suas folhas soltas, limpas e guardadas em embalagens plásticas fechadas.

Limpeza

Para que esses alimentos sejam conservados por mais tempo é preciso fazer a higienização de forma correta. Essa medida também é importante para tirar a maior quantidade possível de agrotóxicos.

Como conservar carnes

Guardadas em um congelador, a carne fresca de vaca ou de porco, duram por volta de 8 meses. Já as carnes de frango e peixe magro, se conservam por 6 meses e as de peixe gordo e camarão, por três meses. Todas essas carnes cruas devem ficar conservadas dentro de embalagens plásticas atóxicas e sem ar.

As carnes já preparadas devem ser guardadas em potes limpos e bem fechados.

A carne de vaca, de peixe e aves ficam conservadas tranquilidade por três meses e para a de carne de porco por quatro meses. Cebolas podem ser armazenadas em meia-calça velha por até 8 meses e grãos em potes de vidro ou garrafas plásticas reutilizadas.

Gostou? Compartilhe




© 2012-2019 | Casa Dicas | Deus seja Louvado | Política de Privacidade