Dicas e informações sobre casa e construção

10 dicas úteis para você vender sua casa, apto ou terreno

Analisar a documentação, definir o preço e uma política de valores, investir na aparência do imóvel, trabalhar com os corretores certos, etc. Veja as 10 dicas para vender um imóvel.

Vender uma casa, terreno ou apartamento pode ser uma tarefa simples ou pode trazer muitas dores de cabeça. O ideal é fazer uma lista de itens que você precisa planejar e considerar antes e durante o processo de venda. Como já vendi alguns imóveis e também comprei, gostaria de sugerir 10 dicas ou cuidados que considero úteis para obter sucesso na venda. Vamos a eles.

Escolha o momento certo

Escolher o momento certo significa não esperar para vender com muita pressa. Existem casos que postergamos uma venda e depois que resolvemos fazer, queremos que tudo se resolva de imediato. Se tem uma coisa que aprendi com venda de imóveis é que você não pode ter pressa e não pode controlar tudo. Então eu imagino que o princípio de uma boa venda é definir quando o imóvel será vendido e se possível ter um tempo hábil para que isso aconteça.

placa vende-se propaganda

Verifique a documentação

Verificar a documentação é muito importante, pois entre as perguntas mais comuns que compradores fazem, uma delas é sobre a situação da documentação do imóvel. Muitas vendas não acontecem por problemas de documentos, sejam por falta deles ou por pendências dos vendedores e do bem em si. Tire uma matrícula da casa, apartamento ou terreno que está vendendo e também certidões na receita federal e na justiça trabalhista, por exemplo. Se houver alguma pendência, resolva primeiro.

Criei uma política de preço do imóvel

Qual é o valor da casa? Qual é o valor mínimo? Você venderia para um comprador que quer financiar? Quanto deseja receber de sinal? Faça as contas e tenha em mente todos esses dados.

É comum você receber diversos tipos de propostas e é importante estar aberto e atento a tudo. Pode ser que alguém ofereça troca por outro imóvel, por carro ou ainda por outra coisas mais inusitadas. Pagamento parcelado também é comum.

Existem pessoas que querem vender a vista apenas e são inflexíveis no valor. Isto dificulta bastante o fechamento de negócios.

Invista na aparência do imóvel

Sujeira, móveis velhos espalhados nos quartos, mato alto no quintal ou no terreno, vidros quebrados no apartamento, entre outros exemplos. Tudo isso dá uma sensação de abandono e querendo ou não acaba transmitindo uma má impressão para o comprador que inconscientemente ou de forma consciente irá valorizar menos seu imóvel ou na melhor das hipóteses não terá o mesmo desejo de comprar se o local estivesse em ordem.

Isto é mais importante ainda quando o comprador for do sexo feminino. Geralmente as mulheres tendem a observar muito a aparência do imóvel, o acabamento, limpeza e outros detalhes. Então é importante usar até fatores psicológicos para garantir uma boa venda.

Deixe o imóvel desocupado

Nem sempre é possível, mas quando possível desocupe a casa ou apartamento para a venda. Visitar um imóvel para comprar e ter de entrar no quarto do casal ou no banheiro não é o tipo de coisa que agrada a todos. Sem contar que com os móveis muitos possíveis problemas podem não ser observados, como rachaduras, infiltrações, qualidade da pintura, entre outros. O ideal é o mostrar o imóvel como ele é e assim evitar dor de cabeça depois.

A única exceção seria se o interesse é vender a casa já mobiliada, como é uma tendência atual. Também, pode-se considerar um fator positivo para mostrar a boa disposição dos móveis nos ambientes. Mas fora esse caso, o ideal é que ele esteja vazio.

Coloque uma placa de vende na frente do imóvel

Definido todos os critérios é hora de colocá-lo a venda. Eu testei várias estratégias de anúncios como jornais, corretores e imobiliárias, sites, redes sociais, etc, mas nada funcionou tão bem quando uma placa de vende-se na frente do imóvel. O último imóvel que vendi era um terreno e ele ficava em uma rua bastante movimentada, então, o resultado foi muito bom em termos de visibilidade e contato. Locais de pouco movimento pode não ter o mesmo efeito, mas ainda assim Vale a pena.

Esta é uma propaganda barata e que pode funcionar muito bem, especialmente se for um imóvel bom e em uma região boa.

Use as redes sociais

Mesmo não sendo a melhor forma, acredito que usar as redes sociais, especialmente o Facebook para anunciar um imóvel a venda pode ser sim uma boa estratégia. Ali estão seus amigos e os amigos deles e dependendo do engajamento que for feito, muita gente pode tomar conhecimento por lá.

Minha recomendação é que você criei uma página no Facebook, por exemplo, para o imóvel e lá faça várias postagens com fotos e vídeos sobre o imóvel, mostrando os pontos fortes e todas as características dele. Depois use a opção de impulsionar e defina bem seu público alvo. Desta forma as chances de obter um bom resultado serão maiores.

Evite muitos corretores

Corretores de imóveis são úteis para a negociação entre as partes, mas o excesso deles pode trazer certo desconforto. No exemplo anterior que dei do terreno que vendi, como o imóvel ficava em um local de muita exposição, isto chamou a atenção de muitos compradores e muitos corretores também. O problema é que nem sempre eles têm o mesmo empenho que você para vender o imóvel, em muitos casos ele é mais um no catálogo deles. Isto não é regra, mas foi o que notei em alguns casos.

O ideal é conversar com um ou dois corretores que darão mesmo a atenção devida para a venda do seu imóvel e que vão trabalhar nele, caso contrário não vale a pena.

Escolha o comprador

Escolher o comprador pode parecer estranho, mas evite a venda para qualquer pessoa. Faça um bom contrato e se sentir que o comprador não é o que diz ser, cuidado! Se o imóvel for vendido de forma financiado pela Caixa, por exemplo é mais tranquilo, já que a Caixa vai se encarregar de qualificá-lo, mas no caso de venda direta é preciso ter cuidado.

Cuidado com a documentação

Por fim faça a documentação de forma correta, isto é, ao passar a escritura, confira o que foi feito e antes de assinar leia. Analisando uma escritura de imóvel que comprei percebi que a escriturária havia errado o número do CPF de uma das compradoras e acabou dando um pouco de dor de cabeça na hora da venda.

Registre a escritura (se bem que isso é responsabilidade de quem compra) e não deixe nenhuma pendência documental. É bom para quem vende e para quem compra.

Gostou? Compartilhe




© 2012-2019 | Casa Dicas | Deus seja Louvado | Política de Privacidade