Dicas e informações sobre casa e construção

Compensa pagar condomínio em troca da segurança e privacidade?

A segurança é o principal argumento e faz bastante sentido em uma época de insegurança. Será que vale a pena pagar condomínio para buscar um pouco de paz para a família.

Muita gente luta para comprar a casa própria para fugir do assombroso aluguel, muitos questionam as taxas de condomínios e chega a compará-las ao aluguel. De fato o valor do condomínio em muitos locais é salgado, especialmente em prédios verticais onde há além da portaria, elevadores e outros tipos de serviços. Mas existe em contra partida o benefício da privacidade e principalmente da segurança? Mas será que esses argumentos são convincentes para justificar o pagamento mensal desta taxa?

Segurança

A segurança é o principal argumento e faz bastante sentido em uma época que a insegura deixa muita gente com medo dentro e fora de casa. Condomínios fechados têm sido buscados por muitas pessoas por encontrar ali portaria 24hs, muros altos e com cerca elétrica, câmeras de monitoramento, ronda noturna, entre outros elementos usados para tentar garantir um pouco de paz para os moradores.

Privacidade

Não menos importante a questão da privacidade também é outro fator importante. Se você mora ou já morou em bairro aberto sabe do que estou falando. É gente querendo vender de tudo na porta da sua casa e em muitos locais não dá nem para sair na rua. Por esses e outros motivos é compreensivo que as pessoas procurem mesmo os condomínios fechados em busca de mais privacidade e menos exposição a situações mais complicadas.

Mas e a taxa de condomínio?

Bem, neste caso é preciso ponderar as coisas. Atualmente temos vistos muitos empreendimentos que mais parece um clube de serviços do que um empreendimento de moradia. Piscinas, academia, salão de jogos de todo o tipo, entre outros recursos puramente de entretenimento e lazer. Isto é bom, mas a pergunta é: qual o impacto disso no valor da taxa de condomínio?

Onde estou construindo minha casa o residencial não tem nada além do essencial: portaria, cerca elétrica nos muros, monitoramento, etc. A taxa de condomínio é de apenas R$ 180,00, mas para quem quer segurança e privacidade apenas, está ótimo. Olhando por esta óptica, creio que vale apena sim pagar condomínio em troca da segurança e privacidade.

Perguntas e respostas

Como é definida a taxa de condomínio?

Tudo ocorre em assembleia, já que o condomínio é formado por muitos moradores, então todas as deliberações precisam ser feitas em assembleia ordinária ou extraordinárias. Com isso, dentre os vários assuntos que são deliberados nessas assembleias, uma delas é o valor da taxa condominial.

Para chegar ao valor da taxa, considera-se os custos que a associação dos moradores terá nos próximos meses, depois pega-se esses custos e rateia em partes iguais pelo número de proprietários, assim chega-se ao valor da taxa.

Além do valor em si, geralmente é adicionado um percentual a mais que fica como fundo de reserva que é usado em casos emergenciais.

Se eu não concordar com o valor, posso ficar sem pagar?

Se você é um proprietário deverá arcar com o pagamento mensal, ainda não esteja morando no condomínio ou que não concorde com o valor do mesmo. Na assembleia quem define os valores são os proprietários presentes, assim, aqueles que não participam, tornam-se obrigados a cumprir o que foi acordado pelos presentes.

Quando ocorre o reajuste dela?

Normalmente o reajuste ocorre uma vez por ano, na ocasião da assembleia ordinária. Mas a critério da diretoria, uma nova assembleia extraordinária pode ser convocada a qualquer momento para deliberar sobre o assunto e promover reajuste no valor da taxa em função de alguma necessidade específica.

A taxa condominial cobre apenas os custos com segurança?

Não. Como explicado acima, para determinar o valor da mesma, leva-se em conta todos os custos que a associação terá, insto inclui segurança, energia elétrica, água, telefone, internet, limpeza, outros custos operacionais, seguro, manutenção preventiva e muitos outros.

O que acontece se eu não pagar a taxa de condomínio?

Cada associação tem seus métodos para lidar com o assunto da inadimplência, mas geralmente você receberá uma cobrança extrajudicial inicialmente e se não for pago ou renegociado o caminho natural é uma cobrança judicial que pode cominar em último caso da penhora de bens, podendo inclusive ser o próprio imóvel.

Gostou? Compartilhe



© 2012-2019 | Casa Dicas | Deus seja Louvado | Política de Privacidade