Dicas e informações sobre casa e construção

Diferença entre gás butano, propano e metano

Qual é a diferenciação principal dos gases pelo olhar da Química, como os gases metano, propano e butano? Veja a análise de cada um dele com suas principais características e os itens que os diferenciam entre si

Você está aqui parado lendo esse post, mas mesmo que não consiga fazer uma identificação visual do espaço há entre você e a região onde se encontra uma grande interação de gases, que pode colaborar para o bom funcionamento do seu corpo, com o processo de respiração, ou ainda prejudicar a sua saúde, como é o caso onde acontece o que chamamos de poluição do ar, mas isso é assunto para outro material.

De forma geral, o que queremos que você compreenda é que os gases são essenciais ao bom funcionamento da atmosfera e ainda de nossas atividades humanas, estando presente em diversos aspectos de nossas vidas, principalmente aqueles formados pelo elemento carbono, largamente usados em processos essenciais, como o gás butano, propano e metano.

Mas, você sabe a diferença que existe entre o gás butano, propano e metano? Onde eles são utilizados na sua casa ou ainda em processos de indústrias e empresas? Quais os principais benefícios que esses gases podem trazer a partir de suas utilizações? E ainda a diferença entre eles?

Calma, iremos trazer neste material a resposta para todas essas suas perguntas para que você saiba tudo sobre e possa compreender mais sobre a interação que há entre nós seres humanos e os compostos de carbono presentes no nosso dia a dia. Vamos lá!

O gás butano

O butano é um dos gases mais utilizados de forma convencional em espaços residenciais, e mesmo que poucas pessoas tenham conhecimento ele é um dos combustíveis mais aplicados hoje em dia, estando presente em isqueiros, lanternas e ainda mesmo em alguns fogões de campismo. Você pode ainda achar o gás butano como propelente em aerossóis.

Uma das características do gás butano é que ele é menos dispendioso que o propano, sendo que muitos dispositivos não tem a capacidade de conter essa substância. O gás butano traz como ponto de ebulição em torno do congelamento direto -32° F, o que faz com que essa substância não tenha uma boa atuação em temperaturas muito baixas, acontecendo o contrário em situações onde a temperatura é alta, aumentando a produtividade de ação do gás. O butano em temperatura ambiente, mesmo recebendo a nomenclatura de gás, se encontra em forma líquida, sendo um dos combustíveis mais versáteis.

O gás propano

O gás propano é também, assim como o butano, utilizado como uma espécie de combustível que tem alta intensidade de trabalho, sendo largamente trabalhado em sistemas de aquecimento, também trazendo a possibilidade de estar disponível em tanques portáteis menores.

Churrasqueiras a gás, fogões de campismo e ainda lanternas usam o propano também como combustível e trazem essa facilidade como opção ao butano, sendo reconhecido em algumas condições como uma forma de uso mais intensa e de qualidade do que o butano. Essa condição se apresenta quando a temperatura do ambiente é bastante variável, sendo necessário usar um tipo de gás mais dispendioso, sendo assim o propano uma opção melhor que o butano.

O gás metano

O gás metano é um tipo de gás da classe dos carbonos de característica mais simples e incolor, também inodoro. Ele é amplamente utilizado na natureza, estando presente em cadeias carbônicas variadas como radical, trazendo diferenciações em cada composto que se encontra.

O metano é um tipo de gás produzido pela decomposição de materiais orgânicos, como madeiras e animais mortos. Em temperatura ambiente o gás metano está flutuando sobre o ar, uma vez que ele é mais denso que ele, e nós seres humanos não podemos fazer essa diferenciação e nem perceber sua presença apenas a olho nu, uma vez que é sem cor, e ainda sem cheiro.

O gás metano pode ser melhor analisado em processos laboratoriais, valendo lembrar que mesmo que não cause nenhum tipo de complicação quando inalado, pode chegar, em grandes quantidade, a provocar asfixia e diminuição na concentração de oxigênio inalado que é recebido pelo cérebro. O uso principal desse gás é como combustível.

Diferenciação principal dos gases pelo olhar da Química

Ao ler o nosso material você pode perceber que todos os gases aqui listados podem e são usados como combustíveis de alta intensidade e largamente trabalhados, bem presentes no nosso dia, trazendo como diferenciações características como estado em que se encontram e ainda outras especificações.

Mas, à luz da Química, a principal diferença está na cadeia carbônica desses compostos, sendo no metano, uma cadeia com um carbono presente, no gás propano, três carbonos e no gás butano, quatro carbonos, todos eles presentes na cadeia principal com ligações simples e estabilizados pela presença de hidrogênios.

Gostou? Compartilhe



© 2012-2019 | Casa Dicas | Deus seja Louvado | Política de Privacidade