Dicas e informações sobre casa e construção

Qual a diferença de rotisseria, restaurante e buffet?

Como você gosta de comer? Prefere ser servido na mesa por um garçom, ir até uma mesa e escolher sua própria comida, como ocorre nos self-services no Brasil ou é daqueles que compram a comida para saborear em casa?

Quando o assunto é comida, o que não falta são opções que servem e comercializam os mais diversos tipos de alimentos e das mais variadas formas. comer é uma necessidade absolutamente básica e de alguma forma, em casa ou na rua, pouco ou muito, as pessoas precisam diariamente.

Neste artigo as principais diferenças entre as rotisserias, restaurantes e os buffets. Você sabe quais são as diferenças? Veja abaixo.

Rotisserias

rotisseria

Esta época é caracterizada por correria, desajuste de horários, problemas em conciliar o trabalho com a rotina. Dentro desse contexto, as pessoas procuram por mais facilidade que ajuda a ganhar tempo e maior conforto, principalmente, em relação à alimentação. Para isso, muitos vem recorrendo as rotisserias que são especializadas em refeições, antepastos, frios, saladas, molhos e sobremesas, para o consumo em casa.

A rotisseria é um estabelecimento comercial que oferece antepastos, refeições, molhos e sobremesas, podendo estar tudo pronto ou semipronto para ser terminado por uma pessoa em casa. Ir a uma rotisseria pode ser a melhor opção para que gosta de comer bem, mas não gosta ou não encontra de tempo para cozinhar.

Elas foram mais populares entre as décadas de 1980 e 90, como predecessoras dos alimentos congelados, oferecendo uma grande variedade para todos os tipos de gostos e perfis de clientes, podendo ser pessoa física, restaurante, buffets, hotéis, hospitais ou comércio de forma geral.

Nela podem ser encontrados inúmeras variedades de refeições, chegando a 80 pratos prontos, como sorvetes, focaccia, carnes, peixes, tortas doces e salgadas, sobremesas, quiches, antepasto, assados, entradas, molhos, vários pratos com aves, acompanhamentos e grande variedade de salgados. E, dessa forma, consegue atender a demanda de consumidores que procuram por refeições de qualidade.

A estrutura de uma rotisseria varia de acordo com as pretensões do dono, podendo ser mais minimalistas, com refeições tipicamente caseiras, com escritório, cozinha e áreas para estoque, e exposição de produtos e ao atendimento.

Restaurante

restaurante

O restaurante é um estabelecimento ou comércio em que é oferecido serviço de alimentação para clientes, sendo um local em que qualquer pessoa pode ter acesso, entretanto com serviços cobrados e, portanto, não gratuitos.

Ele é destinado ao preparo e comércio de refeições, e com todo o tipo de bebidas. Um restaurante possui salas com mesas ou um balcão para os clientes se sentam para se alimentarem, e vários garçons para servirem bebidas e refeições dos mais diversos tipos.

Esse modelo de estabelecimento desde os tempos antigos para a humanidade, mas com diferentes formas de pagamento, atendimento, ambiente e a qualidade do serviço. Atualmente, a maior parte dos restaurantes podem contar com um espaço luxuoso e de alta qualidade, mais relaxado ou até mais acessível em termos de preço.

A palavra “restaurant” é francesa que muda de designação conforme culturas e países. Um espaço pode ter as mesmas características de um restaurante, mas recebe outro nome devido ao formato de ambiente ou por causa do tipo de comida que é servida ou como é o atendimento.

Normalmente, em sua estrutura, um restaurante possui dois espaços principais, um salão e uma cozinha. O salão é o local em que ficam as mesas e cadeiras, onde os clientes são atendidos, e onde há um lugar próprio para os garçons fazerem as atividades administrativas e de comunicação para os pedidos na cozinha.

A cozinha é o local em que há diversos empregados com diversas funções e que criam pratos que possuem a sua classificação de acordo com o cardápio do estabelecimento.

Buffet

buffet

A palavra buffet é um termo da língua francesa usado para servir refeições. Em um buffet a comida se encontra pronta para ser consumida em cima de uma mesa com grandes dimensões. Dessa forma, cada pessoa pode pegar aquilo que deseja comer e na quantidade que quiser. Esse é um jeito prático de oferecer de uma vez comida para muitos indivíduos ao mesmo tempo, sem a necessidade de fazer vários pedidos nem de contratar um grande número de pessoas para trazer os pratos com as refeições.

Buffet não é só a forma de apresentar os alimentos, mas, também, para denominar as mesas em que ficam disponíveis a comida e permite que as pessoas consumam as comidas pelo caminho.

Tipos de buffet

  • À francesa: É o tipo de serviço mais refinado, usado em jantares de gala e em festas formais.
  • À inglesa: É formal em que os garçons utilizam bandejas para servir os convidados.
  • À americana: É o mais prático, em mesas largas com diferentes opções.
  • Volante: Os garçons vão circulando pela festa para servir os convidados.
  • Coquetel: São disponibilizados salgados fritos e assados, canapés e bebidas.

Agora, bom apetite!

Exemplos e dicas de Fachada de loja e restaurante

Qual a importância da fachada para uma loja?

O lojista sabe muito bem que a fachada é uma espécie de cartão de visita da sua empresa e muitos tiram proveito disso, criando uma fachada bem apresentável e principalmente expondo ali os produtos em promoção ou aqueles que possam chamar a atenção do consumidor.

Qual a importância da fachada para um restaurante?

Um restaurante vende um produto diferente, mas talvez seja mais necessário ainda a preocupação com a fachada, pois o que ele vende tem impacto não só na satisfação do cliente, como também em sua saúde. Desta forma, uma fachada de restaurante deve ser limpa, organizada e agradável. Além disso, pode e deve ter também uma chamada comercial e de preferência conter também algo referente aos preços do estabelecimento.

A fachada de uma loja deve ser aberta ou envidraçada?

fachada loja

Pelo fato de haver a necessidade de expor produtos, mesmo quando ela está fechada, creio que a opção envidraçada seja a melhor alternativa. Veja o caso das lojas de shopping center, neste caso, mesmo com as lojas fechadas e possível pelo corredor observar os produtos internamente nas lojas visando uma futura compra. É uma propaganda constante.

Entretanto é necessário que o restaurante mantenha sempre sua porta aberta para que os clientes vejam que o estabelecimento está em funcionamento. Outra modalidade de restaurante bastante presente atualmente são os restaurantes em praças e quarteirões fechados, onde as mesas ficam nas calçadas, havendo assim a necessidade de que o restaurante tenha uma fachada aberta e bem ampla.

Quais as melhores cores de fachada de loja?

Isso varia de acordo com os produtos que são vendidos no estabelecimento e com a proposta que se quer passar para o cliente. Por exemplo se a ideia é criar uma loja com artigos de Rock a tonalidade da fachada deve ser mais sombria, puxada para o preto para agradar este tipo de público, já se for uma loja infantil cores mais vivas e desenhos infantis são o ideal.

E a fachada de um restaurante, pode ser aberta ou envidraçada?

Neste caso é diferente e eu acredito que a resposta seja não, pois aqui envolve a privacidade do cliente que está almoçando ou jantando. Este cliente provavelmente não irá se sentir bem que as pessoas que passam pela rua fiquem olhando para ele e sua família, enquanto ele almoça ou janta. No caso de restaurante o ideal é que a frente seja fechada.

Quais os exemplos de fachada de loja?

Há muitas formas de fazer uma boa fachada de loja, seja em shopping ou mesmo na rua. Veja abaixo uma série de imagens que ilustra bons exemplos de fachadas:

Quais os exemplos de fachada de restaurantes?

Os restaurantes também podem criar boas entradas para seus estabelecimentos, para isso veja abaixo uma série de exemplos de fachadas de restaurantes para você conhecer:

Gostou? Compartilhe




© 2012-2019 | Casa Dicas | Deus seja Louvado | Política de Privacidade