Dicas e informações sobre casa e construção

Vantagens e desvantagens de cozinha externa

Uma cozinha externa, ou seja, fora de casa, ao contrário do que parece (coisa do interior ou de quem não tem condições para ter uma cozinha) é muito atual e agradável. Não quer dizer que você não possa ter também a sua cozinha convencional, interna. Mas ela pode ser apenas de apoio e ter a […]

Uma cozinha externa, ou seja, fora de casa, ao contrário do que parece (coisa do interior ou de quem não tem condições para ter uma cozinha) é muito atual e agradável.

Não quer dizer que você não possa ter também a sua cozinha convencional, interna. Mas ela pode ser apenas de apoio e ter a externa como a oficial ou mesmo ter as duas para situações diferentes.

O estar conectado à natureza durante o ato de cozinhar e das refeições, é prazeroso e faz bem à saúde. O ambiente é mais arejado, mais amplo e torna as tarefas diárias menos estressantes.

Temos que comer todos os dias. É uma obrigação, uma rotina. Por que não poder fazer isso com mais conforto, unindo o dever com o prazer?

Cozinha de casa

O que é preciso para ter uma cozinha externa

Espaço. Por isso geralmente são mais usadas em casas com quintal. Mas em apartamento também é possível, em coberturas ou apartamentos tipo casa com quintal, varandão ou terraço.

Se a sua cozinha já dá para uma área externa (seja um terraço ou quintal), você pode simplesmente abrir mão da cozinha interna e abrir as paredes, integrando-a ao ambiente externo.

Um detalhe importante é que esse ambiente externo deve ser limpo, organizado, agradável aos olhos. Senão, para que ter uma cozinha externa, não é verdade?

O que não pode faltar em uma cozinha externa

  • Limpeza: Uma coisa que é muito importante ter em mente quando for montar uma cozinha externa é a limpeza. Pense nos móveis e utensílios que forem mais fáceis de higienizar. Se possível até laváveis, já que esse tipo de cozinha é aberta e exposta ao ambiente (vento, poeira, chuva etc).
  • Mesa: Esse será um espaço familiar e por isso deve poder acomodar todos com conforto. Pode até ter pequenas mesinhas de apoio, inclusive pensando nas crianças.
  • Bancadas e espaço para trabalho: Pode inclusive ter uma ilha com local para refeições. Fica mais um espaço útil na sua cozinha. Inclusive com armários e gavetas, que são fundamentais.
  • Os armários e gavetas devem ser bem fechados evitando exposição à poeira e insetos, ou terá que lavar tudo sempre que for usar.
  • Uma horta: nem que sejam vasos com temperos é imprescindível aproveitar o espaço e poder usar vegetais frescos nos seus alimentos.
  • Fogão a gás, fogão a lenha, fogão elétrico, churrasqueira: O legal de uma cozinha externa é que permite ter várias fontes de calor para a cocção dos seus pratos e seus eventos em família. Pode até ter um forno de pizza. Você pode escolher, tem essa opção. O que dificilmente seria possível em uma cozinha interna.

O que não pode haver na sua cozinha externa

A higiene é fundamental para a segurança dos alimentos oferecidos a sua família e amigos. Por isso, no ambiente da cozinha externa não pode haver:

  • Lixo mal acomodado: O lixo, principalmente o orgânico que atrai moscas, deve estar bem acomodado em recipientes com tampa e limpos. Não é por que é lixo que precisa ser sujo.
  • Não deve haver restos de obras e materiais de construção: Lembre-se que o ambiente externo deve ser tão equilibrado e organizado quanto a sua cozinha para que a experiência de usar a área externa seja agradável. Essa é uma opção por estar mais próximo à natureza e não uma necessidade por não ter outra opção. Cultive isso com carinho.
  • Animais soltos e seus dejetos: Os animais de estimação podem conviver com a sua família tanto dentro e fora de casa, mas esse convívio deve seguir regras de higiene, evitando o contato com as áreas onde os alimentos são manipulados. Além disso é fácil educar os animais a fazer suas necessidades nos locais adequados. Estamos falando dos cães e gatos. Outros animais como galinhas, porcos, cabritos, entre outros, devem seguir o mesmo exemplo.
  • Por ser um ambiente externo é quase que inevitável a presença de insetos. Mas há como minimizar o problema com cuidados básicos, desinsetização periódica e uso de lâmpadas especiais.

Vantagens

  • Mais espaço;
  • Contato com a natureza;
  • A sua casa não fica com os odores, fumaças e gorduras do cozimento;
  • Permite agregar mais pessoas com conforto;
  • A cozinha vira uma área de lazer, integrada ao seu quintal ou terraço;
  • Poder fazer eventos de tipos diferentes no mesmo espaço: Churrascos, rodízio de pizza, comidas típicas e até da alta cozinha;
  • Você ganha, além de uma cozinha externa, um “espaço gourmet”.

Desvantagens

  • Por estar em contato com o meio ambiente existem mais riscos de contaminação dos alimentos, como poeira, insetos e animais;
  • O ambiente é maior e dá mais trabalho para manter limpo e higienizado;
  • Você tem que cuidar também da área externa, para garantir a higiene e a durabilidade da sua cozinha;
  • Dependendo do lugar onde você mora, o próprio contato com a natureza (umidade em excesso, maresia) pode reduzir a durabilidade dos seus móveis e utensílios elétricos. O ideal é que fiquem bem protegidos.

Uma opção é unir o útil ao agradável. Em regiões de praia, por exemplo, você pode fechar a sua cozinha externa com blindex (vidro temperado). Vai continuar tendo a integração com a natureza, mas um pouco mais protegida da maresia.

Gostou? Compartilhe



© 2012-2017 | Casa Dicas | Deus seja Louvado | Política de Privacidade