Dicas e informações sobre casa e construção

Tipos de texturas para aplicação em paredes e muros

O uso de texturas é cada vez mais comum na construção civil e dada as suas diferentes aplicações, modelos e técnicas de uso, ela atende tanto às construções de alto padrão, bem como as casas mais simples e populares.

O cuidado com as paredes da sua casa ou apartamento é de vital importância para garantir não apenas o efeito estético, mas também proteger a parede contra infiltrações, mofo e consequentemente a deterioração da mesma.

Há vários materiais e técnicas usadas para tratar a parede de uma casa, logo, a melhor alternativa irá depender de casa caso. Parede interna ou externa, exposta a chuva ou não, exposta ao sol ou não, entre outras questões precisam ser analisadas para um diagnóstico mais preciso.

O uso de textura tem sido um dos mais usados e por vários motivos. Pintar as paredes de casa causando o efeito visual de textura está em alta, deixando o local com um ar de maior sofisticação e modernismo.

Este material também oferece uma boa proteção contra umidade, tira imperfeições da parede e se bem usado, pode ser um ótico recurso estético.

Principais tipos de texturas para paredes

Textura riscada

Textura riscada

A textura risca permanece sempre na moda, sendo a mais tranquila de fazer. Ela é feita com a ajuda de uma escova ou até usando uma vassoura, enquanto a tinta ainda fresca, usando delicadeza e força ao mesmo tempo.

Veja outros exemplos de textura riscada

Textura esponja

Nessa textura pode ser escolhida uma única cor ou fazer uma mistura com mais cores. Para criar o efeito desejado, é preciso uma bandeja separada para cada cor que escolher e uma esponja para cada também. Com tudo escolhido, pode começar a carimbar na parede.

Veja exemplos de textura esponja

Textura quadriculada

Esse é um efeito obtido com o uso de uma espátula. Dependendo das direções em que se escolhe passar a espátula, a textura fica parecida com azulejos. Uma coisa que pode ser muito útil, é utilizar massa para a textura.

No caso de se decidir aplicar a massa uniformemente, é preciso realizar uma boa limpeza antes. Depois, é passar a espátula na direção que escolher para conseguir o esperado. E, quando ela secar, a pintura a parede poderá ser feita com a cor que quiser.

Veja exemplos de textura quadriculada

Textura papel de parede

É uma das mais escolhidas para as paredes, porque é a melhor em relação à custo/benefício. Ela é mais fácil e mais barata do que colocar um papel de parede de verdade. Nesse caso, é necessário pintar a parede primeiro com uma cor neutra, para depois usar a cor que vai se destacar e dar textura para a parede.

Para fazê-la, só é preciso rolos com desenhos.

Veja exemplos de textura papel de parede

Textura jeans

Para essa textura é preciso escolher um tom de azul fosco e realizar a pintura com a aplicação de duas a três demãos na parede. Depois, é usar uma escova com cerdas macias no sentido horizontal por toda a parede e, em seguida, no sentido vertical, quantas vezes for preciso para ficar com o efeito que se pareça com o tecido.

Veja exemplos de textura jeans

Textura grafiato

Parede com garfiato

Creio que o grafiato seja sem dúvida a textura mais usada hoje. Ela se tornou bastante padrão no Brasil e é usada tanto em construções de alto padrão, como em casas populares. Há diferentes gramaturas e diferentes formas de aplicação na parede.

A textura grafiato é a ideal para fazer revestimentos mais texturizados com o uso de grânulos de quartzo e cristais minerais. Utilizando uma espátula, a parede ganha um visual diferenciado por meio das ranhuras que ficam na parede.

Veja mais exemplos de grafiato em parede

Textura chapiscado

Chapisco

Essa é a melhor escolha para combinar com massas granuladas mais finas ou que apresentem paredes lisas. Para conseguir o efeito com esse tipo de textura, deve-se fazer uso de rolos de pintura texturizados, que podem ser comprados em lojas especializadas, com diferentes estampas e padronagens.

O chapiscado ainda é muito usado para muros de casas, especialmente quando a pessoa não pretende rebocar o mesmo. É preciso lembrar que o chapisco é usado também antes do reboco para ajudar a fixar o reboco na parede.

Veja outros exemplos de chapiscos em parede e muros

Textura ranhura

Nesse caso são usadas espátulas de plástico com dentadas e que possuam pequenos sulcos, criando ranhuras mais uniformes na parede. Elas podem ser feitas para se parecerem com ondas ou listras. As espátulas podem ver movidas para diferentes sentidos para criar um estilo único.

Veja exemplos de textura ranhura

Textura espatulado

O efeito espatulado pode ser feito com uma desempenadeira de aço com abas em paredes granuladas ou lisas, pior meio de movimentos com a mão para uma aparência uniforme.

Veja exemplos de textura espatulado

Textura com gel decorativo

Há um gel que pode ser aplicado na parede que imita diferentes texturas, fazendo a parede ficar com o aspecto de madeira e até palha, com a ajuda de um rolo específico para o uso.

Veja exemplos de textura com gel decorativo

Cuidados antes de começar a aplicação

Antes de começar a pintar, as paredes devem estar limpas e livres de óleos, graxas, ou qualquer outro tipo de sujeira. O chão precisa estar forrado e protegido para que não fiquem respingos e manchas por causa da aplicação. Também, devem ser protegidos com fita adesiva, os rodapés, portas e janelas.

Onde aplicar as texturas

Não há restrições. Elas podem ser feitas em qualquer lugar de uma casa, mesmo nos ambientes externos, tudo vai de acordo com o estilo de decoração que escolher. Com aplicação certa, podem ser colocadas em fachadas, tranquilamente, mantendo a qualidade e a resistência em relação a água e umidade.

O importante é ficar atento à textura e não deixar o espaço que atrapalhe visualmente, acompanhando o estilo de decoração da casa ou apartamento.

Uma boa ideia é destacar a parede de melhor iluminação para ressaltar melhor o lugar.

Gostou? Compartilhe




© 2012-2019 | Casa Dicas | Deus seja Louvado | Política de Privacidade