Paredes. Custo e lista de materiais usados na construção

Veja a relação de materiais de construção usados na construção das paredes de uma casa de aproximadamente 120 m/2 e o custo de materiais e mão de obra para erguer as paredes.

Uma das necessidades que temos ao lidarmos com qualquer aspecto da construção civil e sabermos a quantidade de materiais que iremos usar e assim podermos fazer orçamentos e encontrar os custos que estarão envolvidos neste caso. Aqui eu gostaria de demonstrar a lista de materiais e o seu respectivo custo para fazer as paredes de uma casa. Vou usar como exemplo a casa que construí.

Para mostrar o quanto gastei para levantar as paredes da minha casa e relacionar também os materiais usados vou considerar também o alicerce, já que na compra dos materiais de construção eu comprei tudo junto. Então considere paredes e alicerce de uma casa de aproximadamente 120 metros quadrados.

Parede de alvenaria

Custo para erguer as paredes

O valor que gastei entre materiais e mão de obra foi de aproximadamente R$ 20.000,00. Digo aproximadamente pois no caso da mão de obra não dá para eu calcular separadamente já que estou pagando pela obra inteira e não por etapas. Então fiz um cálculo aproximado de R$ 8.000,00 para a mão de obra e de R$ 12.000,00.

Materiais usados

Os materiais usados podem variar de projeto para projeto, uma vez que existem propostas e necessidades diferentes para cada caso. Abaixo a relação de materiais que foram usados na minha casa e as suas respectivas quantidades. Alguns tiveram sobra, mas foi pouca coisa. Considere uma construção de 120 metros quadrados, com 3 dormitórios, 2 banheiros, sala, cozinha, escritório e garagem.

Ferro. Usado tanto no alicerce como nas paredes como amarração e colunas da casa.

O ferro poderá ter um aumento bem grande dependendo da quantidade que for usado nas colunas e também se vai ser feito cintas e a quantidade delas.

Arame e prego. Usados para amarrar e pregar as tabuas de madeiras para fazer as colunas, entre outras aplicações.

Cimento e concreto. Usado para fabricar a massa para assentar tijolos, lajotas e fazer as colunas. O concreto usinado foi usado para fazer o alicerce. Este tipo concreto é mais resistente e indicado para alicerce e laje. Embora seja um pouco mais caro, vale a pena pela praticidade, rapidez e por ser de alta qualidade e resistência.

Areia e Pedra. Usado na fabricação da massa para assentar tijolos e lajes, bem como para fazer o concreto para as colunas da casa.

Tijolos e lajotas. Embora as paredes tenham sido construídas de lajotas (8 furos), algumas partes forma feitas de tijolinho, como o respaldo do alicerce, a base para o assentamento das janelas e o respaldo das paredes.

Impermeabilizante. Usado para impermeabilizar o alicerce da casa e assim evitar a infiltração pela umidade da terra.

O impermeabilizante é de fundamental importância no alicerce, pois sem ele é possível que exista infiltrações vindo do solo e atingindo as paredes. Este tipo de infiltração é muito difícil de ser tratado depois e pode dar muitas dores de cabeça. Apesar de eu ter usado um impermeabilizante a case de concreto, pode-se usar também um que é base asfáltica ou até os dois para ter uma dupla proteção.

Algumas considerações

Não dá para economizar muito na construção de paredes, afinal ela é uma parte que não tem muito no que mexer ou tirar visando economia. Seja uma mansão ou uma edícula simples, a parede não muda muito e portanto os custos podem variar pouco.

Apesar de eu ter usado a lajota de 8 furos é mais recomendado hoje usar o bloco de 9 furos que é mais largo e cria uma parede mais espessa. Existe ainda outros tipos de materiais como o bloco de concreto e também o tijolinho maciço, mas neste caso o custo se elevaria muito. Algumas pessoas usam a lajota, só que deitada para criar uma parede mais larga e resistente. De certa forma isto não faz muito sentido, pois a carga estrutural de uma parede vai ficar sobre as colunas.

Um bom pedreiro é fundamental para fazer uma parede reta e sem as famosas barrigas que se existir dará muito trabalho ara consertar no reboco, sem contar que gastaria muita massa para fazer isso.

O custo final de uma parede ainda precisa incluir o tratamento final com massa corrida, textura e pintura. Alguns casos, como cozinha e banheiro é normal usar revestimentos cerâmicos nas paredes, o que torna bem mais caro a custo final.

No caso de teto e alguns tipos de parede, também é comum usar gesso para um acabamento mais refinado. Enfim, o custo acima reflete basicamente a alvenaria.

 


Deixe uma resposta





Casa Dicas // 2012-2016 // Deus seja Louvado | Política de Privacidade