Dicas e informações sobre casa e construção

Qual o valor máximo do imóvel para usar o FGTS no financiamento?

Quanto ao uso do FGTS no financiamento ou na compra a vista de uma casa ou apartamento, por exemplo, qual o valor máximo do imóvel para usar o FGTS? Veja as dicas a aqui.

O uso do FGTS no financiamento de imóveis é uma alternativa bastante difundida e usada por milhares de pessoas quando vão comprar a casa própria. Geralmente uma pessoa trabalha e vai acumulando o saldo do FGTS ano após ano, este saldo pode ser usado ou mesmo sacado pelo trabalhador em algumas situações bastante específicas e uma delas é exatamente para a compra da casa própria através de um financiamento habitacional o mesmo no pagamento à vista. Contudo para usar o saldo do FGTS há uma regra que é quanto ao valor do imóvel que será comprado. Anteriormente este valor era de 500 mil reais mas agora o valor aumentou para 750.000 reais para imóveis nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e no Distrito Federal. Para os demais estados valor passou para 650 mil reais em 2013 e para 1,5 milhão a partir de janeiro de 2019.

Outras regras

Esta regra quanto ao valor do imóvel não é a única o que é observado pela Caixa no ato da aquisição do imóvel por financiamento com recursos do FGTS. Alguns tipos de imóveis, por exemplo, não podem ser financiados usando esses recursos, como é o caso da compra de terreno. Há também outras regras e observações que podem variar um pouco de caso para caso, como por exemplo já ter sido contemplado com os recursos do FGTS em outro financiamento interiores. Neste link do site da caixa (https://www.caixa.gov.br/novo_habitacao/index.asp) você encontrar todas as informações relacionadas às diversas modalidades de financiamento de imóveis novos, usados ou ainda na construção da casa, com o uso do fundo de garantia por tempo de serviço.

Uso do FGTS

Você poderá encontrar também neste link (https://www.caixa.gov.br/FGTS/) diretamente do site da Caixa as informações relacionadas com as situações em que você pode usar o fundo de garantia por tempo de serviço, além da questão do financiamento de imóveis como explicado acima.

Quais as mudanças no setor imobiliário de financiamentos de residências ocorrerão em 2019?

Em 2018, para começar a correr em janeiro de 2019, foram feitas alterações de regras para financiamentos no mercado imobiliário. Tais mudanças tem o objetivo de buscar maior efetividade do objetivo ao fomento imobiliário para aquisição de residencias por famílias.

Segundo web site O Globo,

"Essas medidas, aprovadas ontem pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), passarão a valer a partir de 1º de janeiro de 2019 e devem colocar R$ 80 bilhões em novos empréstimos ao logo dos próximos seis anos".

  • A primeira medida interessante, é que o limite para financiar imóveis utilizando o FTGS subiu para 1,5 milhão, então o trabalhador que tem fundos do FGTS, pode utilizá-lo abater o financiamento de imóveis que custem até o novo limite.
  • Outra coisa, agora os bancos estão obrigados a gastar 60% dos depósitos à vista para financiar os financiamentos imobiliários, e não podem deduzir destes valor as LCI (Letras de câmbio imobiliários), já que tal investimento não atende diretamente a função habitacional.
  • O governo criou uma forma de encorajar os bancos a financiarem imóveis abaixo de R$ 500 mil reais. Esta medida foi feita para incentivar o setor com maior déficit habitacional no país.
  • A previsão é que haverá uma injeção de R$ 80 milhões em 6 anos no mercado de financiamento habitacional.
  • A cada R$ 100 reais que é recebido em dinheiro para as cadernetas de poupança o banco é obrigado a destinar R$ 52 para empréstimos com financiamento habitacional, e agora inclusive para aqueles que não atendam o limite de R$ 1,5 milhão, tal medida vai permitir o financiamento de imóveis mais caros.

Segundo presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic), José Carlos Martins, "o pacote de medidas vai beneficiar principalmente a classe média". E sua para Rubens Menin (o empresário, presidente do conselho da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias -Abrain, o interessante destas medidas é que o financiamento estará disponível para mais pessoas.

REFERÊNCIAS.

Artigo: "FGTS poderá ser usado na compra de imóvel de até R$ 1,5 milhão: Limite que está em vigor é de R$ 950 mil; ampliação foi adotada para estimular construção civil". Por Lorenna Rodrigues, Fabrício de Castro e Idiana Tomazelli. Jornal O Estado de S.Paulo. Acesso em 13/8/19. Link.

Jornal Folha. Acesso em 30/9/13.

Onde posso saber mais sobre o assunto?

Artigo: "FGTS para casa própria: O saldo do seu FGTS pode ser usado na compra de sua casa própria". Site Caixa Econômica Federal. Acesso em 13/8/19. Link.

Artigo: " Governo eleva valor do imóvel comprado com o FGTS para R$ 1,5 milhão: Pacote de medidas visa a estimular a aquisição da casa própria pela classe média e passa a valer em 1° de janeiro de 2019". Acesso em 13/8/19. Link.

Gostou? Compartilhe



© 2012-2019 | Casa Dicas | Deus seja Louvado | Política de Privacidade