Dicas e informações sobre casa e construção

7 erros na escolha de portas e janela. Saiba evitá-los

Veja esta importante dica com 7 erros e sua solução que poderá ser útil na escolha de portas e janelas, bem como no planejamento e também no acabamento que esses produtos precisam receber.

Na construção civil, todo cuidado é pouco na hora de escolher os materiais que serão comprados. Mesmo no planejamento é necessário levar em consideração o correto uso de portas e janelas, por exemplo. Que são itens que podem apresentar problemas de usabilidade de mal feito. Veja abaixo 7 erros que você poderia incorrer na escolha de portas e janelas, mas poderá evitá-los.

1. Evite produtos muito baratos

Comprar portas e janelas baseado apenas no preço baixo pode ser o primeiro e mais primário erro que você pode cometer. As consequências podem ser graves e levar a um desconforto na hora de usá-los. Portas ou janelas que emperram na abertura, cupins, empenamento, infiltração de água, ferrugem e outros problemas podem ser as consequências.

Na construção da minha casa, eu tentei comprar uma porta barata para a entrada, mas não deu certo. Antes mesmo de colocar surgiram bolhas e ela teve de ser inutilizada (imagem abaixo). Ficou mais caro, por que além do que eu já tinha pago nela, tive que comprar outra, perder tempo e ter dor de cabeça.

Porta com defeito

2. Janela de vidro ou material opaco

Está na moda o uso do vidro, especialmente em janelas. Muitos tem optado por colocar janelas de vidro ou blindex nos quartos. Mas cuidado com esta escolha, pois ela pode ser um problema. O vidro é transparente e vai passar muita claridade a noite para dentro do quarto, mesmo com o uso de cortinas. Ainda assim considere que uma boa cortina que corte a luz e especialmente os raios ultravioletas do sol pode custar caro.

O uso de janelas de vidro é muito indicado para sala, escritórios, cozinha ou corredor, mas para dormitórios não sei se é a melhor opção.

Contudo é preciso ficar muito atento a questão da vedação em janelas de vidro, pois em muitos casos ela não é boa e não é incomum encontrarmos problemas de entrada de água por falta de uma boa vedação.

3. Tamanho da janela

Atente para o tamanho da janela e para isto considere o espaço de parede, tamanho do quarto e posição da mesma. Quartos muitos grandes com janelas pequenas podem ser esteticamente desagradável, bem como não promover a iluminação e ventilação necessária.

As medidas mais comuns para dormitórios são:

  • 1,00 x 1,50
  • 1,00 x 2,00
  • 1,00 x 1,20
  • 1,20 x 1,50
  • 1,20 x 2,00
  • 1,20 x 0,50

Para sala, cozinha, banheiro ou corredor é mais comuns as seguintes medidas:

  • 1,00 x 1,50
  • 1,00 x 2,00
  • 1,00 x 1,20
  • 1,20 x 1,50
  • 1,20 x 2,00
  • 0,60 x 0,80
  • 0,50 x 0,50
  • 0,40 x 0,60
  • 0,60 x 0,60

4. Portas de madeira oca e semioca

Ao comprar portas de madeira fique atento para as folhas de portas ocas e semiocas, aqulas mais baratas. Eu comprei duas portas e ambas apresentaram o mesmo problema na preparação delas para o assentamento, ou seja, ela estufou, pois, é uma madeirinha bem fininha que reveste a porta. Portas de entrada ou locais onde possa haver umidade escolha madeira maciça.

Há basicamente três tipos de portas de madeira:

  • Oca: Quando ela é revestida de madeira e por dentro é oca. É a pior opção.
  • Semioca: Segue o mesmo princípio, mas ela tem enchimento de madeira também. Indicada para uso interno na casa, como portas de quartos e banheiro, por exemplo.
  • Maciça: Feita de madeira mesmo, ainda que seja de pedaços de madeira para formar desenhos e criar formas variadas, mas é madeira maciça. Esta é a melhor opção e consequentemente a mais cara. É indicada para portas de entrada ou locais onde há a possibilidade de receber umidade.

5. Largura das portas

Existem várias larguras de portas e é muito importante ficar atento a isto. Colocar porta muito estreita pode ser um erro grave. Pessoas com cadeiras de rodas podem ter dificuldades de se locomover, assim como a entrada de móveis e outros objetos maiores.

Portas de entrada devem ser mais largas, até para ter uma aparência melhor esteticamente. As internas podem ser mais estreitas, mas considere a necessidade.

As larguras mais comuns e padrão são as seguintes:

  • 2,10 x 0,70
  • 2,10 x 0,80
  • 2,10 x 0,90
  • 2,10 x 1,00
  • 2,15 x 1,20
  • Entre outras

6. Posição de portas e janelas

Outro erro pode estar relacionado à posição das portas e janelas. Se você for como eu que gosta de dormir com janelas abertas é importante pensar na posição dela em relação à cama para evitar que você acorde com o sol batendo no seu rosto, assim como a incidência de chuva e sol no período da tarde.

A janela da cozinha, por exemplo, deve ser pensada em termos de usabilidade e também na questão da posição do sol. Normalmente ela é colocada em cima da pia da cozinha.

Portas de entrada não devem ficar expostas ao sol e chuva se o produto for madeira ou ferro. Apenas a madeira maciça é mais resistente, mas no caso de chuva ainda assim é bom evitar. Se não houver cobertura para a porta, o ideal é que ela seja de alumínio.

7. Acabamento

Outro erro pode estar relacionado a forma como você dá o acabamento, especialmente em madeira. Lembro de quando fui envernizar as portas de uma casa que construí e não atentei para o fato de que a madeira arrepia quando se aplica o verniz e lixei a porta para depois aplicar o verniz. O resultado não ficou bom. O ideal é chamar um profissional de pintura para fazer um acabamento de qualidade, especialmente em portas e janelas de madeira.

No caso de janelas, o ideal são os modelos de alumínio branco que já vem prontas e com acabamento, sem contar que é um material que não sofre com ferrugem e a durabilidade é muito grande.

Há também uma tendência do uso de vidro ou o Blindex nas janelas. Já comentei sobre isso acima e creio que precisa ser muito bem avaliado esta opção pelos motivos já relatados. Já para os casos de sala, cozinha e escritório, por exemplo é uma ótima opção usar vidro.

© 2012-2017 | Casa Dicas | Deus seja Louvado | Política de Privacidade