Dicas e informações sobre casa e construção

Financiamento de imóveis para funcionários públicos e servidor público

Veja como funciona o financiamento de imóveis para servidores ou funcionários públicos federais, estaduais ou municipais. Na caixa outros bancos que trabalham com financiamento

Existem inúmeras modalidades de financiamento de imóveis no Brasil, a Caixa Econômica Federal, por exemplo, é banco que mais financia imóveis destinados à habitação oferece alternativas para os diversos públicos com taxas de juros e outras características de forma diferenciada dependendo do perfil da pessoa que irá financiar, do tipo de imóvel e da modalidade de financiamento que pretende aderir.

Funcionário público

Embora a caixa não dê muitos detalhes a respeito, sabemos que os servidores ou funcionários públicos têm condições especiais na hora de financiar um imóvel, principalmente na taxa de juros que geralmente é mais baixa proporcionando assim a oportunidade de comprar um imóvel com valor mais alto ou ter o valor da prestação mais baixo para uma móvel do mesmo valor. Existe ainda a facilidade para o servidor público de comprovar sua renda e a sua estabilidade, talvez por este motivo mesmo é que a Caixa com outros bancos oferecem taxa de juros menores, já que estes tem estabilidade de emprego e provavelmente a chance de ficar inadimplente é muito menor do que um assalariado que trabalha na iniciativa privada.

Como saber as vantagens que posso ter?

Neste caso é mais recomendável que procurar a Caixa ou o banco que você deseja financiar seu imóvel de fazer uma proposta de financiamento, nesta proposta será realizado o levantamento do seu perfil bem como a sua condição de servidor público, seja ele federal, estadual ou municipal.

Somente a Caixa poderá determinar qual a taxa de juros e que percentual de desconto você poderá receber. Uma coisa é certa você terá condições especiais como servidor ou funcionário público, mas não é possível determinar quais são as vantagens sem antes a análise do perfil, coisa que somente a Caixa ou banco financiador poderá fazer.

Normalmente servidores públicos tem no mínimo, acesso facilitado ao crédito, já que possui uma fonte de renda segura. Em alguns casos a diferença é mais marcada, como por exemplo em empréstimos pessoais, nestes casos os juros para quem é servidor são bem mais em conta, mas em se tratando financiamento imobiliário, não há como ter certeza, dependerá muito da avaliação do gerente já que os juros de financiamento imobiliário estão baixos e diminuindo.

Que cuidados ter com financiamento o servidor público deve ter?

Segundo Diego U. D. Cavalcante, sua pesquisa revela os principais responsáveis pelo nível de endividamento dos servidores públicos:

"Dos sobre endividados, os principais produtos financeiros utilizados são

  • cartão de crédito,
  • financiamentos de imóvel e automóvel e
  • empréstimo consignado".

Para o banco ofertar crédito ao servidor público em um país com grande taxa de desemprego é bom negócio, e as vezes é bom negócio para os servidores também, já que devido a estabilidade que este possui por vezes os juros são mais baixos e confortáveis.

Segundo blog do Correio Brasiliense:

"Na avaliação do economista Carlos Eduardo de Freitas, ex-diretor do BC, tanto servidores públicos quanto trabalhadores da iniciativa privada precisam tomar cuidado ao contratar os financiamentos. Segundo ele, mesmo que essas operações tenham taxas mais baixas, os brasileiros têm forte disposição ao consumo, o que pode transformar as dívidas em verdadeiras bolas de neve. “É preciso que o tomador faça contas e economize para não cair em armadilhas”, aconselhou".

Uma das coisas que pode ter contribuído para o aumento do endividamento dos servidores públicos é o aumento da taxa que pode ser comprometida em folha de 30% para 35% e dos limites de prestações de 60 para 72 parcelas máximas permitidas.

Ainda com o aumento do endividamento do funcionalismo público os bancos ainda continuam incentivando e preferindo ceder crédito a servidores públicos, pela óbvia estabilidade da renda e pelo nível de inadimplência que no caso dos funcionários públicos gira em 2,4% em maio de 2018 contra 4,1% de inadimplentes do setor privado.

Também pudera, considerado a taxa média anual, aos servidores a taxa é de quase metade da taxa que pagam os trabalhadores assalariados, 23,6% ao ano contra 40,1% ao ano, conforme informações de Vera Batista, redatora do blog do jornal Correio Brasiliense.

REFERÊNCIAS

CAVALCANTE, Diego Hugo Dantas. Análise do perfil de endividamento de servidores públicos: um estudo com servidores técnico-administrativos da UFRN. 2017. 58f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Contábeis), Departamento de Ciências Contábeis, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017. Acesso em 12/8/19. Link.

Artigo: "Servidor Público: Receba seu salário com a gente e tenha mais vantagens e benefícios exclusivos". Acesso em 12/8/19. Link.

Onde posso saber mais sobre o assunto?

Finanças pessoais: Guia valor econômico de planejamento da aposentadoria. Por Mara Luquet. Acesso em 12/8/19. Link.

Artigo: "Endividamento de servidor dispara: Saldo das operações de crédito consignado de funcionários de União, estado e municípios alcança R$ 180 bilhões, montante quase 10 vezes maior do que o contratado por trabalhadores da iniciativa privada". Correio Brasiliense. Blog do servidor. Acesso em 12/8/19. Link.

 

Gostou? Compartilhe



© 2012-2019 | Casa Dicas | Deus seja Louvado | Política de Privacidade