Dicas e informações sobre casa e construção

Tipos de portão: basculante, correr, eletrônico, aberto e fechado

Conheça os vários tipos de portões para residências como os modelos basculantes, de correr e abrir, feito nos mais diversos materiais, como madeira, ferro, alumínio e lata. Veja os exemplos.

Eles podem ser abertos ou fechados, basculantes de corre ou de abrir, feito pelos mais diversos materiais, como madeira, alumínio, ferro e outros. A escolha do material, estilo e forma de funcionamento é importante para determinar sua usabilidade e funcionamento. Veja abaixo os diversos modelos de portões para você conhecer.

Portão de abrir

Portão basculante

É o modelo cuja abertura é feita na vertical, onde a base de sustentação dele corre dentro de uma espécie de trilo nas laterais direita e esquerda, permitindo assim a sua abertura e fechamento. Ele é indicado para situações onde a abertura horizontal não seja possível e assim economiza-se espaço.

Veja exemplos de portão basculante

A vantagem deste modelo é o fato de ele não ocupar espaços laterais para abertura, o que permite que ele faça a abertura sobre o espaço de entrada da garagem e portanto é bom para lugares mais apertados.

Portão de correr

O modelo de correr é o mais tradicional e usado, especialmente para portões grandes como os de garagens, por exemplo. A vantagem dele é que a abertura é horizontal e com isso pode-se inclusive usar portões mais reforçados e pesados.

Veja aqui exemplos de portões de correr

Este tipo de portão é bom para quem tem espaço laterais e portanto não haveria problemas com a extensão do mesmo. Pelo fato dele correr paralelo ao muro, praticamente não se ocupa espaço extra, ficando a frente da garagem bem livre.

Portão de abrir

O portão de abrir também é muito comum, mas ele só é possível para modelos menores, onde o peso seja suportado, uma vez que ele é fixado na parede e portanto não pode ser muito pesado. É comum para entrada principal de casas ou para entradas laterais.

Veja aqui exemplos de portões de abrir

É o modelo tradicional, pois é inspirado em portas e sua vantagem é que ele tem o funcionamento muito simples, mas tem como desvantagem o que já frisamos, seu pelo. Modelos muito pesados podem ter problemas de funcionamento e sobrecarga nas dobradiças ou pilar de sustentação.

Portões eletrônicos

Um portão eletrônico pode ser tanto o de correr, basculante ou de abrir. O termo eletrônico se aplica ao mecanismo que automatiza a sua abertura e fechamento, sendo, portanto, possível aplicar este mecanismo a qualquer tipo de portão.

Veja aqui exemplos de portões eletrônicos

Os portões eletrônicos tem algumas e importantes vantagens. Veja:

  • Em dias de chuva ou frio, você não precisa descer do carro para fazer a abertura dele;
  • Oferece mais segurança, pois de dentro do carro você aciona a abertura e fechamento, garantindo assim menos acesso visível externo;
  • Oferece mais privacidade para quem não quer ser visto ou ficar exposto na rua, por algum motivo;
  • Entre outros.

Contudo há também algumas desvantagens. Veja:

  • Por ser eletrônico, depende de manutenção e alguns tipos podem apresentar vários problemas;
  • Se o portão for muito pesado e você não colocar uma máquina compatível com ele, o funcionamento poderá ser muito comprometido, ocasionando paradas frequentes;
  • Em caso de problemas de abertura, estando você no lado de fora, terá de entrar pelo portão manual e depois destravá-lo por dentro para assim fazer a sua abertura. Este processo poderia comprometer toda a segurança e comodidade que ele oferece;
  • Entre outros.

Portão aberto e fechado

Os termos abertos e fechados aqui indicam o tipo de construção ou o estilo dele. Alguns modelos são formados por uma espécie de grade ou mesmo tendo vão e nesses casos chamamos de portão aberto, porque permite visualizar de um lado para o outro. Este modelo é ideal para quem tem um bom jardim na frente da casa ou que deseja destacar a fachada do imóvel, por exemplo. Também é útil pelo fato de permitir a entrada de ar e a circulação dos ventos. Tem como desvantagem a falta de privacidade e mesmo a segurança, pois expõe visualmente a parte interna frontal da sua casa.

Já o portão fechado é aquele construído com material opaco e não permite a visualização de um lado para o outro. Ele é indicado para quem quer ter mais privacidade e também não deixar a mostra a frente da sua casa. Mas não é indicado para locais muito fechados, pois pode causar abafamento, não permitindo assim a circulação e passagem de ar para dentro do imóvel.

Quando ao tipo de material em que ele é construído, existem vários tipos, como ferro, lata, alumínio, madeira e outros materiais. A escolha do material tem a ver com o peso, estética e melhor aplicação dele naquele local. Veja abaixo os exemplos de alguns portões com materiais diversos.

Casas sem portão e sem muro

É comum nos países de primeiro mundo como nos Estados Unidos, Canadá e outros. Lá a segurança não é um problema como aqui e portanto não justifica criar muralhas para cercar a residência como fazemos aqui. Os poucos casos que temos aqui no Brasil se limita a alguns casos, como:

Pequenas cidades do interior onde a segurança ainda é melhor que nos grandes centros. É possível encontrarmos casas sem portão e com muros baixos ou até inexistentes.

Casas em condomínios fechados onde há inclusive regulamento não permitindo o fechamento da frente da casa com muro e consequentemente com portão. Nesses casos existe os muros laterais apenas, mas a frente é aberta com algum tipo de jardinagem.

© 2012-2017 | Casa Dicas | Deus seja Louvado | Política de Privacidade