Colchão de casal. Medidas, densidade e tipos

Veja os diversos tipos de colchão de casal com as medidas padrão de cada um, densidade e as indicações que cada um deles tem.

A escolha de colchões para casais deve ser feita de acordo com o cônjuge que tiver o maior peso ou que necessite de maior densidade. Pela média, o de maior porte físico sairia perdendo, provavelmente o colchão não atenderia ao seu biótipo.

Medidas

As medidas dos colchões de casal são padronizadas conforme a largura e comprimento. Basicamente são encontrados no mercado três tipos básicos:

A cama box dos colchões Queen e king, são fabricadas em duas partes para facilitar a sua passagem pelas portas e corredores

Colchões de casal

Densidade

Densidade é a capacidade da espuma de suportar um determinado peso sem dobrar. Ela é proporcional a quantidade de matéria prima utilizada por metro cúbico. Assim, um colchão D45 significa que ele possui 45kg de matéria prima em cada metro cúbico distribuído pela sua superfície, para suportar um peso máximo entre 130 a 150kg.

Nos colchões de espuma a densidade mais usada para casais é a D45, indicada para pessoas acima de 100kg.

Tipos de Colchões

Colchões de Molas: são mais moles e macios que os de espuma, proporcionam mais conforto físico e térmico, visto que o ar circula entre as suas molas, são mais duráveis. Suportam em média até 150kg. Conforme o modelo, podem levar espumas em seu interior, como os colchões ortopédicos.

Existem no mercado em duas tecnologias:

Os colchões de molas, conforme o modelo, podem levar espumas em seu interior, como os colchões ortopédicos

Colchões de espuma

Viscoelástica (NASA): este tipo de espuma foi originalmente usado para acolchoar as poltronas dos foguetes. Muito resistente, se molda rapidamente ao contorno do corpo. Este tipo de colchão é muito bom para quem tem problemas de circulação sanguínea.

Colchões de látex: utilizam o látex na sua fabricação, este material é todo importado, muito resistente. A espuma quando comprimida volta rapidamente ao no lugar.

Colchões de polietileno: o polietileno é um material mais simples e mais barato. Não é muito resistente e a qualidade e durabilidades destes colchões é muito pequena.

Colchões ortopédicos: são constituídos e madeira no seu interior, revestida por espuma. A espuma usada pode ser de qualquer densidade e qualidade, até com espumas de polietileno também. E a espessura da espuma (d23, d28, d33…) pode variar de 3 a 8 centímetros, quanto mais espessa for a camada de espuma, mais macio será o colchão. Algumas pessoas que preferem os colchões mais rígidos de 4 a 6 centímetros ou extra firme com 3 centímetros. Algumas pessoas procuram estes colchões por prescrição médica.



 






Casa Dicas // 2012-2016 // Deus seja Louvado | Política de Privacidade